Clique e assine a partir de 9,90/mês

‘Apartamento de Chorão parecia abandonado’, diz delegado

Entre garrafas de cerveja e latas de energético, havia pó branco, levado pela polícia para análise toxicológica

Por Meire Kusumoto - 6 mar 2013, 17h17

O apartamento onde o roqueiro Chorão foi encontrado morto na madrugada desta quarta-feira, em São Paulo, parecia abandonado, segundo o delegado Itagiba Vieira, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil de São Paulo, que cuida do caso. Chorão foi encontrado morto às 5h da manhã pelo motorista e um segurança de sua equipe.

LEIA TAMBÉM:

LEIA TAMBÉM: Chorão estava deprimido e solitário, diz Sonia Abrão

Relembre as músicas mais famosas do Charlie Brown Jr.

Continua após a publicidade

“O apartamento dava sensação de abandono. Bonito, bem localizado, mas mal cuidado”, disse Vieira, que concedeu uma entrevista coletiva à imprensa na tarde desta quarta. Entre garrafas de cerveja e latas de energético, havia pó branco, levado pela polícia para análise toxicológica.

MAIS: Fãs lamentam morte de Chorão nas redes sociais

O resultado das investigações, de acordo com o delegado, podem levar duas semanas. Vieira descarta por ora as teses de homicídio e suicídio.

Publicidade