Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Amy Winehouse é cremada em Londres em cerimônia para íntimos

Por Carl Court 26 jul 2011, 15h43

Os familiares e amigos da cantora Amy Winehouse, falecida no sábado passado aos 27 anos, fizeram nesta terça-feira em Londres uma última homenagem à diva do soul, em um funeral privado realizado longe das câmeras.

O local e a hora da cerimônia foram mantidos em segredo para respeitar o caráter privado das exéquias da cantora, cuja morte é lamentada há quatro dias por milhões de fãs. Apesar disso, admiradores e fotógrafos reuniram-se ao longo da estrada que leva ao cemitério de Edgwarebury.

A jovem vivia no norte de Londres, onde também está localizada a residência de seus pais.

Entre os presentes, várias centenas no total, estava Mark Ronson, produtor de uma parte do álbum “Back to Black” em 2006, que tornou Amy Winehouse uma estrela.

Mitch, o pai de Amy, um ex-taxista que se tornou cantor de jazz, do qual a cantora era muito próxima, concluiu sua oração fúnebre dizendo: “boa noite, meu anjo, durma bem. Seu pai e sua mãe te amam mais do que nunca”.

Depois das orações em inglês e hebraico, seguindo a tradição judaica, a família e os amigos entoaram a canção predileta de Amy, “So Far Away”, de Carole King. Mais tarde, Amy Winehouse foi cremada em um crematório próximo, utilizado no funeral de sua avó.

“Espero que esteja em paz agora”, escreveu o cantor George Michael em sua conta do Twitter. “Era uma das maiores cantoras de todos os tempos. Essa é a lembrança que temos que guardar dela”.

Amy Winehouse foi encontrada morta no sábado em seu apartamento de Camden Town.

Continua após a publicidade

Seu corpo foi restituído na segunda-feira à sua família. Tradicionalmente, os funerais judaicos são realizados o mais rápido possível.

A necropsia realizada na véspera foi inconclusiva quanto às causas da morte, e a polícia ordenou exames toxicológicos complementares. Os resultados serão divulgados de duas a quatro semanas. De qualquer forma, a polícia não está tratando a morte como suspeita.

A cantora, cuja carreira meteórica foi prejudicada por seus problemas de dependência de drogas, foi encontrada morta por seu guarda-costas, ao qual havia dito seis horas antes que precisava dormir.

O local foi inspecionado pela polícia, “que não encontrou elementos suspeitos”.

“Ela estava cheia de vida, e muito otimista ultimamente. Fazia exercício todos os dias, e ioga”, afirmou ao The Sun seu namorado, Reg Traviss, um cineasta de 35 anos. “Os últimos três dias foram um inferno. (…) O que queremos agora é tranquilidade.”

Winehouse namorou Travis durante dois anos, depois de seu divórcio de Blake Fielder-Civil, em julho de 2009. Seu casamento de dois anos foi tempestuoso, e ele passou boa parte dessa época atrás das grades por agredir o dono de um bar.

Reconhecida por sua voz e seu penteado particular, Amy Winehouse era considerada uma das melhores cantoras britânicas dos últimos anos.

Seu segundo álbum, “Back to Black”, de 2006, que continha o single “Rehab”, a levou para a fama mundial e lhe valeu cinco prêmios Grammy.

Recentemente ela saiu de uma clínica de reabilitação, e tentou voltar à cena com uma nova turnê pela Europa, que teve de ser cancelada.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)