Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Conferência virtual de igualdade racial é invadida por grupo nazista

Reunião virtual foi interrompida por falas e símbolos racistas e intolerantes

Por Sabrina Brito Atualizado em 11 fev 2022, 16h28 - Publicado em 11 fev 2022, 16h11

Na noite da quinta-feira (10), um grupo invadiu a Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial, em Divinópolis (MG), e propagou falas e símbolos nazistas, além de conteúdo pornográfico. Foram usados ícones como a suástica nazista e falas como a saudação “Heil Hitler”.

Tanto a Prefeitura quanto o Conselho da Igualdade Racial registraram um boletim de ocorrência, uma vez que apologia ao nazismo é considerado crime no Brasil. A pena vai de multa até cinco anos de reclusão. Além disso, uma pessoa física entrou com pedido de instauração de inquérito criminal junto ao escritório Vilela, Miranda e Aguiar Fernandes Advogados.

O tema da conferência, de duração de cinco dias, é “Enfrentamento ao racismo e às outras formas correlatas de discriminação étnico-racial e de intolerância religiosa: política de Estado e responsabilidade de todos nós”. A invasão do grupo nazista aponta para o profundo racismo ainda presente no Brasil, país nascido do processo de miscigenação tão mal visto pelos propagadores do nazismo.

O incidente ocorre logo após a polêmica causada pelo produtor de conteúdo Monark, que, no começo da semana, afirmou apoiar a criação de um partido nazista legalizado no Brasil. Pouco depois, Adrilles Jorge, da Jovem Pan, fez um gesto ligado ao nazismo em rede nacional. Tanto Monark quanto Adrilles foram demitidos.

A sequência de acontecimentos aponta para a persistência de pensamentos e atitudes profundamente preconceituosas em solo brasileiro. Se nem mesmo uma conferência sobre um assunto que deveria ser senso comum, como o fim da discriminação racial, pode ser conduzido sem violência por parte de grupos opositores, é de se questionar qual será o futuro de um país onde a maioria da população se autodeclara parda — e, nota-se, não branca.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)