Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

VEJA Gente

Por Valmir Moratelli
Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios
Continua após publicidade

Tina Turner morre aos 83 anos

Cantora foi considerada a rainha do rock'n'roll

Por Valmir Moratelli Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 24 Maio 2023, 17h40 - Publicado em 24 Maio 2023, 15h44

Tina Turner – cantora, dançarina e atriz suíça, nascida nos Estados Unidos – morreu nesta quarta-feira, 24. Popularmente conhecida como a rainha do rock’n’roll, ela ganhou destaque como vocalista da Ike & Tina Turner Revue antes de lançar carreira de sucesso como artista solo. Tina Turner renunciou à cidadania americana em 2013.

Leia tambémO ‘louco’ réveillon de Tina Turner no Rio

Como o Brasil ajudou Tina Turner a entrar no ‘Guinness Book’

‘Cambalacho’: a atriz que se inspirou em Tina Turner em novela

A morte foi confirmada por um assessor da cantora ao site Sky News. Tina e o ex-marido, Ike Turner, que morreu de overdose de cocaína em 2007, fizeram sucesso no final dos anos 1960 e início dos anos 1970. Eles se divorciaram em 1987, depois de um casamento conturbado – ela disse que era espancada por ele. A cantora de sucessos como What’s Love Got to Do with It (veja abaixo) se lançou em carreira solo nos anos 1980.

Continua após a publicidade

Os trabalhos de Tina não se restringem à música: estreou nos cinemas no filme Tommy, em 1975 . Dez anos depois, outro sucesso: Mad Max – Além da Cúpula do Trovão. Além disso, gravou a trilha de outras produções, incluindo 007 contra Golden Eye.

A propósito: a mostra Tina Turner: uma Viagem para o Futuro está em cartaz no Museu da Imagem e do Som (MIS), em São Paulo. A exposição reúne 120 fotos de Tina feitas por Gruen, Ebet Roberts, Ian Dickson e Lynn Goldsmith para reconstruir a vida e a carreira de uma das artistas mais importantes do pop. A mostra fica em cartaz no museu até 9 de julho.

Tina Turner, uma das grandes divas da música mundial, teve números impressionantes na carreira: oito Grammys e 100 milhões de cópias vendidas. Aos 83 anos, estava reclusa, após conquistar o mundo como uma das vozes mais marcantes que já se ouviu.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.