Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
VEJA Gente Por Valmir Moratelli Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios

Por que a Globo não quis série sobre assassinato de filha de Glória Perez

Grande aposta do ano na HBO Max, produção reconta crime que chocou o país

Por Valmir Moratelli Atualizado em 7 Maio 2022, 11h41 - Publicado em 9 Maio 2022, 10h00

A aguardada série sobre o assassinato da atriz Daniella Perez, filha de Glória Perez, tem previsão de estreia ainda em 2022, no canal HBO Max. Com direção geral da cineasta Tatiana Issa e direção de fotografia de Gustavo Nasr, a série documental “Daniella Perez” pretende contar como a atriz de 22 anos foi assassinada a facadas, em 1992, por Guilherme de Pádua, seu colega de elenco na novela “De corpo e alma”, escrita por Glória. Guilherme teve ajuda da então esposa, Paula Tomaz.

O mais óbvio seria pensar que uma produção como essa, sobre um assassinato que mobilizou o país e que ainda hoje causa comoção nas pessoas, pudesse ser executada pela TV Globo, emissora na qual Glória Perez trabalha há décadas. Mas não se chegou a um acordo com a autora, a respeito da linha narrativa que seria tomada. Gloria exigiu que os assassinos não fossem ouvidos. Paula foi condenada a 18 anos e seis meses; Guilherme, a 19 anos de prisão. O ex-casal está em liberdade desde 1999.

A série de cinco episódios, já gravada e em fase de finalização de edição, conta com depoimentos de Fábio Assunção, Claudia Raia, Marieta Severo e do então marido da vítima, Raul Gazolla. Até o cantor Roberto Carlos, sempre avesso a entrevistas, topou falar para a produção. Sua gravação aconteceu às vésperas do réveillon passado. Roberto é amigo pessoal de Glória e tem várias de suas músicas como trilha sonora das novelas.

Roberto Carlos e a diretora Tatiana Issa
Roberto Carlos e a diretora Tatiana Issa Instagram/Reprodução

Tatiana, que mora nos Estados Unidos, veio ao Brasil apenas para tocar o projeto. Por ter uma relação próxima com Glória, conseguiu convencê-la a abrir seu baú com fotos e recortes de jornais da época, além de gravações em VHS, em que traz um apanhado detalhado de toda a cobertura da mídia nacional e internacional sobre o caso. Só o depoimento de Glória, levou vários dias e, dado sob forte emoção, comoveu todo o set. Segundo uma pessoa da equipe que pediu para não ser identificada, já que todos assinaram termo de sigilo, Glória espalhou todo o material pela sala e foi contando com riqueza de detalhes tudo que sua memória permite.

Ainda durante as filmagens, Tatiana disse nas redes sociais: “Essa série trata de tópicos importantes como feminicídio, a culpabilização da vítima, do circo midiático, dos detalhes do crime, entre outros, mas sobretudo conta a história da luta de uma mãe, que mesmo depois de 30 anos, continua lutando como uma leoa. Vamos de mãos dadas dar a nossa Dany a justiça que ela tanto merece”.

Glória Perez segura a fotografia de sua filha, Daniella Perez
Glória Perez segura a fotografia de sua filha, Daniella Perez Oscar Cabral/VEJA
Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)