Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

VEJA Gente

Por Valmir Moratelli
Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios
Continua após publicidade

Ex atriz da Globo ganha medida protetiva após perseguição nas redes

A VEJA Jeniffer Oliveira acusa ator Douglas Sampaio, que rebate: 'Encaro como piada'

Por Valmir Moratelli Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 9 Maio 2024, 09h58 - Publicado em 28 fev 2024, 07h01

Jeniffer Oliveira, 25 anos, ganhou na Justiça no domingo, 25, medida protetiva contra o ex-namorado Douglas Sampaio, 31, que pode responder por ameaça e difamação. O ator não pode chegar a menos de 500 metros de distância nem citar seu nome publicamente. No dia 15 de fevereiro, quarta-feira de Cinzas, ele foi às redes sociais pedir que seus seguidores descobrissem o endereço dela em troca de uma recompensa no valor de 1 mil reais.

“Como tem feito sempre, ele foi à internet me xingar e oferecer dinheiro em troca do meu endereço. Ele quer penhora na minha conta, mas o processo está arquivado há dois anos. Não tenho nada a pagar. Ele me chama de mula, de vadia, coisas absurdas… Ele me coloca em risco ao me expor a pessoas que querem dinheiro a troco de nada. Sofro ameaças, me fotografam nas ruas e escrevem nas redes sociais dele com que roupa estou a cada momento. Minha vida virou isso”, alega a atriz em conversa com a coluna.

Tudo começou quando, em 2018, Jeniffer registrou queixa por agressão numa boate da Barra da Tijuca, no Rio, enquanto foram namorados. Na época não fez exame de corpo de delito e, no decorrer da investigação, as câmeras de segurança não indicaram atos de agressão no local. Por falta de provas, o caso acabou arquivado. Em seguida, Douglas moveu ação contra ela pedindo indenização por danos morais. A Justiça chegou a lhe dar direito de causa, estipulando valor de 10 mil reais. Mas o endereço dela não foi encontrado e o caso foi igualmente arquivado em 2020.

Jeniffer era do elenco de Malhação na época da suposta agressão. Diz que recebeu todo o apoio psicológico de diretores e produtores da TV Globo. “Estava machucada. Fiquei com marcas de apertos dele no pescoço e nos braços. Essa situação me fez evoluir muito, eu tinha uma ingenuidade que não me cabia. Acreditava que nada iria acontecer, que não era viável ele mentir, que uma hora ia parar de me ameaçar. Passei todo esse tempo sem querer responder essas mentiras só por causa disso”.

Continua após a publicidade

Em contato com a coluna, Douglas nega arquivamento do processo e, por isso, reafirma que Jeniffer lhe deve pagamento da indenização. “Encaro como piada. Que ótimo que tem medida protetiva, não quero ela. Ela está tentando destrinchar essa história, porque não me pagou a indenização por falta de endereço no processo. Eu ofereci sim uma recompensa, porque precisamos notificá-la judicialmente. Mas ela não precisa se preocupar com medida protetiva, porque não quero nem chegar perto dela. Só quero que pague por tudo que fez. Processei por difamação caluniosa, que pode virar pena de dois a oito anos de reclusão. Mas a gente nunca consegue as coisas através da lei, quando o caso vira para o homem na retratação, não tem a mesma força… Ela fala que tem pessoas comentando de forma ofensiva no Instagram dela, sendo que na época que me acusou vários se voltaram contra mim. Não entendo a falta de sensatez dela. Queremos notificá-la para fazer a penhora dos bens dela, já que ela não tem dinheiro na conta. Achei esquisito ela não pagar indenização, mas fica na internet ‘luxando’”, diz ele.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.