Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
VEJA Gente Por Cleo Guimarães Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios

Charlene de Mônaco, a princesa triste

Mulher do Príncipe Albert "não está bem", segundo a realeza; ela precisou ser internada e deve ficar várias semanas em tratamento

Por Cleo Guimarães Atualizado em 26 nov 2021, 08h06 - Publicado em 29 nov 2021, 09h00

O país é um paraíso de milionários, a vista é memorável, o palácio é espetacular — mas não é fácil a vida da família real do Principado de Mônaco. Lá onde Grace Kelly morreu em um trágico acidente de carro e onde seus três filhos trilham altos e baixos na vida pessoal, o atual soberano, Albert, 63 anos, anunciou que sua mulher, Charlene, 43, precisou ser internada e deve ficar “várias semanas” em tratamento.

A princesa passou quase o ano inteiro em seu país natal, a África do Sul, longe do marido e dos filhos gêmeos, Jacques e Gabriella, de 6 anos. Voltou a Mônaco há dias, mas, segundo Albert, não estava bem. A família se reuniu, propôs a internação e ela concordou. Ciente dos rumores de que ele é um dos problemas, foi logo avisando: “Não tem nada a ver com a nossa relação”.

Publicado em VEJA de 1 de dezembro de 2021, edição nº 2766

Publicidade