Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

VEJA Gente Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Valmir Moratelli
Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios
Continua após publicidade

A vitória de Tatá Werneck contra empresa que a ‘colocou’ em CPI

Atriz é investigada por ter feito propaganda de criptomoedas

Por Giovanna Fraguito Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 31 ago 2023, 18h05 - Publicado em 31 ago 2023, 14h49

Tatá Werneck, 40, no ar como Anely na novela Terra e Paixão, conseguiu nesta quinta-feira, 31, uma decisão no TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) contra a Atlas Quantum, empresa de criptomoedas acusada de fraude na atual CPI das Criptomoedas. A atriz, juntamente com o ator Cauã Reymond, foi garota-propaganda da empresa que hoje é investigada por lesar 200 mil clientes com investimentos fraudulentos em bitcoins.

Após ser convocada para depor na CPI no início de agosto, os advogados de Tatá descobriram que a Atlas ainda usava peças, como vídeos e fotos da atriz, produzidas anos atrás. Ela assinou contrato em maio de 2018 e, na teoria, a empresa deveria retirar toda a sua imagem até 28 de dezembro daquele mesmo ano, sete meses após a assinatura. “Quando a autora tomou ciência de que seria convocada para depor na CPI das Criptomoedas por ter sido garota-propaganda da Atlas, descobriu que a ré não havia retirado as propagandas de seu perfil no Facebook, mantendo 15 publicações de fotos e vídeos com a imagem, a voz e o nome de Tata Werneck”, diz a petição inicial da ação.

Na decisão de hoje, foi reconhecido pelo desembargador Paulo Roberto Campos que a Atlas fazia uso indevido de publicidade que deveria ter sido encerrada em 2018. A Justiça deverá intimar a empresa e o Facebook para a retirada das peças com a atriz.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.