Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
VEJA Gente Por Cleo Guimarães Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios

A arma da Globo para evitar novos vexames dos jurados do The Voice+

Falta de cultura musical dos 'experts' leva emissora a escalar Fafá de Belém para a segunda temporada do reality, que começa a ser gravada em janeiro

Por Cleo Guimarães 7 dez 2021, 11h31

Depois de passar pelo constrangimento de deixar claro para o Brasil inteiro que os jurados da primeira temporada de The Voice+ não tinham a menor ideia de quem são alguns célebres cantores e compositores de décadas passadas, a Globo resolveu reforçar o juri do reality com a participação da veterana Fafá de Belém. Ela se junta a Claudia Leitte, Daniel, Ludmilla e Mumuzinho na atração. As gravações começam em janeiro.

O discreto mea culpa da Netflix sobre filme com Juliana Paes e Hassum

O programa é uma versão “madura” do The Voice, disputado por candidatos com mais de 60 anos. Em sua primeira temporada, foi alvo de muitas críticas pela evidente falta de cultura musical de seu time de jovens jurados. Claudia, Daniel, Ludmilla e Mumuzinho não sabiam quem era, por exemplo, Billy Blanco – parceiro de Tom Jobim e um dos precursores da Bossa Nova -, entre outros grandes nomes da MPB.

Anitta compra a briga de Tatá Werneck

 

Continua após a publicidade

Publicidade