Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Thomas Traumann

Thomas Traumann é jornalista e consultor de risco político. Foi ministro de Comunicação Social e autor dos livros 'O Pior Emprego do Mundo' (sobre ministros da Fazenda) e 'Biografia do Abismo' (sobre polarização política, em parceria com Felipe Nunes)
Continua após publicidade

Os números do mês decisivo

IPEC, Datafolha, Quaest e PoderData farão pesquisas todas as semanas até a eleição

Por Thomas Traumann Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO 4 set 2022, 13h23

Faltando menos de um mês para as eleições, as empresas Ipec (antigo Ibope), Datafolha, Genial/Quaest e PoderData vão divulgar pesquisas todas as semanas. O Ipec será sempre divulgado nas segundas-feiras no Jornal Nacional. Genial/Quaest e PoderData nas quartas. O Datafolha será divulgado nas quintas-feiras, exceto nesta semana que em função das manifestações do Sete de Setembro será anunciado no final da tarde de sexta-feira.

No primeiro mês de campanha, as pesquisas mostraram algumas tendências:

· Lula da Silva (PT) segue líder, mas parece ter alcançado o seu teto e agora oscila para baixo. As possibilidades de vitória no primeiro turno diminuíram. A tática petista de jogar parado parou de funcionar.

· Jair Bolsonaro (PL) tem subido menos do que até seus adversários esperavam. A aprovação ao governo, no entanto, vem crescendo de forma gradual e historicamente este movimento antecipa um aumento nos índices do candidato.

Continua após a publicidade

· Ciro Gomes (PDT) mostrou resiliência do seu eleitorado, mesmo sob a pressão do voto útil no primeiro turno. O bom desempenho no Jornal Nacional e no debate da Band aumentaram a certeza dos eleitores em votar nele

· Simone Tebet (MDB) foi a candidata que mais se beneficiou da exposição na TV. Tende a crescer, especialmente no estado de São Paulo, onde o sentimento nem-Bolsonaro-nem-Lula é o mais forte do país.

As manifestações do Sete de Setembro serão o ponto de virada neste último mês do primeiro turno. Se elas repetirem o tom pró-intervenção no STF do ano passado, pode haver um efeito rebote para tentar derrotar Bolsonaro no primeiro turno. Se forem grandes, mas pacíficas vão impulsionar Bolsonaro e manter o segundo turno em aberto. Se fracassarem, bolsonaristas menos radicais vão se deslocar para Simone Tebet e, sem a ameaça visível de um golpe militar, alguns lulistas podem se encaminhar para Ciro Gomes.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.