Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Tela Plana

Por Kelly Miyashiro
Críticas e análises sobre o universo da televisão e das plataformas de streaming
Continua após publicidade

O Problema dos 3 Corpos: três pontos para entender a série da Netflix

Ficção científica criada pelo chinês Cixiu Liu baseia a série dos roteiristas de Game of Thrones e True Blood

Por Kelly Miyashiro Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 9 Maio 2024, 11h03 - Publicado em 26 mar 2024, 09h00

Novo fenômeno da Netflix, O Problema dos Três Corpos tem uma trama complexa e desafiadora até mesmo para os experientes amantes de ficção científica. A história começa em 1966, no auge do fervor destrutivo da Revolução Cultural na China comunista, quando a astrofísica Ye Wenjie (Zine Tseng) vê seu pai, um professor da mesma área, ser espancado até a morte por jovens revolucionários e críticos às teorias de Albert Einstein. Depois, a jovem é recrutada para um projeto secreto de contato com forças extraterrestres e, ao conseguir falar com uma raça inteligente chamada San Ti e tomada pela descrença na humanidade, ela toma a decisão drástica de pedir para que os ETs venham dominar a Terra — e isso afeta a sociedade quase sessenta anos depois.

Ao longo dos oito episódios da produção criada por David Benioff, D.B. Weiss (dupla de Game of Thrones) e Alexander Woo (True Blood), a trama lança luz sobre um fenômeno maior do entretenimento: a ascensão de uma nova ficção científica produzida na China. A história é baseada na obra homônima de Cixin Liu, criador do intrincado O Problema dos Três Corpos (2008) e dos dois livros que completam a saga até agora, A Floresta Sombria e O Fim da Morte, e VEJA três elementos para entender melhor a série. Confira:

A inspiração da série

Inspirado por clássicos como Guerra dos Mundos (1897), do inglês H.G. Wells, Cixin Liu criou uma trama baseada na ideia de um conflito iminente entre os humanos e ETs decididos a dominar a Terra com sutileza, usando dilemas existencialistas e, principalmente, de uma base teórica engenhosa, que vai da mecânica quântica à inteligência artificial. O que está em xeque é a defesa do valor intrínseco da liberdade científica como guardiã, em última instância, da civilização.

Além da série, o que é o problema dos 3 corpos?

Bem resumidamente, o título se refere a um velho debate da física sobre a interação de forças gravitacionais de três ou mais objetos. Quando um terceiro corpo se junta a dois que estão na órbita um do outro, isso gera uma rotação imprevisível e caótica. Na série e na vida real, o dilema dos cientistas é encontrar uma solução para este problema — descoberto por Isaac Newton no século XVII.

Continua após a publicidade

Qual a relação de Ye com os San Ti

Após pedir para os San Ti dominarem a Terra, Ye (Zine Tseng/Rosalind Chao) teve uma filha com Mike Evans ( Ben Schnetzer/Jonathan Pryce), Vera (Vedette Lim), que também se tornou uma física brilhante. Vera se suicida logo no começo da série, mas, antes disso, havia recrutado cinco jovens brilhantes da área: Auggie (Eiza González), Saul (Jovan Adepo), Jin (Jess Hong), Will (Alex Sharp) e Jack (John Bradley). O grupo é encarregado de impedir a dominação os aliens, sem saber que foi a própria Ye que passou a atuar às escondidas como líder de uma seita que está disposta a colaborar com os extraterrestres.

Acompanhe notícias e dicas culturais nos blogs a seguir:

Tela Plana para novidades da TV e do streaming
O Som e a Fúria sobre artistas e lançamentos musicais
Em Cartaz traz dicas de filmes no cinema e no streaming
Livros para notícias sobre literatura e mercado editorial

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.