Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Tela Plana

Por Kelly Miyashiro
Críticas e análises sobre o universo da televisão e das plataformas de streaming
Continua após publicidade

O clima terrível nos bastidores da Globo em meio à onda de demissões

Figuras conhecidas do foram dispensadas da emissora por causa de salários altos

Por Kelly Miyashiro Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 12 abr 2023, 13h15 - Publicado em 5 abr 2023, 15h42

A Globo promove uma onda de demissões no departamento jornalístico da emissora e mais de 30 profissionais renomados da casa foram dispensados após décadas de trabalho. A justificativa é baseada em corte de custos, já que os demitidos ostentavam os maiores salários da folha de pagamento. Entre eles, nomes de peso como Fabio Turci, Cesar Galvão e Marcelo Canellas, além de executivos que atuavam atrás das câmeras. VEJA apurou que o clima nas redações de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília é de velório pela saída de figuras marcantes do ambiente de trabalho e de incertezas, já que novas demissões ainda são previstas para os próximos dias.

Procurada por VEJA, a Globo disse em nota que lamenta as baixas em seu jornalismo, mas que fazem parte do planejamento financeiro de qualquer empresa. “A Globo, assim como as demais empresas de referência do mercado, tem um compromisso permanente com a busca de eficiência e evolução, mas lamenta quando se despede de profissionais que ajudaram a escrever e a contar a sua história. Isso, no entanto, faz parte da dinâmica de qualquer empresa. Os resultados da Globo refletem a boa performance do conjunto das suas operações e uma constante avaliação do cenário econômico do país e dos negócios. Como parte do processo de transformação pela qual vem passando nos últimos anos e alinhada à sua estratégia, a empresa mantém a disciplina de custos e investimentos em iniciativas importantes de crescimento”, diz o comunicado.

O repórter César Galvão, do SP1, o âncora Fábio William, do DF1,Márcia Corrêa, editora-chefe do Bom Dia São Paulo, também foram desligados. Eduardo Tchao, que fazia reportagens há 37 anos pela emissora, foi demitido na última segunda-feira, 3. Uma editora do Jornal Hoje, outra da GloboNews, e diversos profissionais do site G1 foram cortados da mesma forma. A maioria estava na Globo desde a década de 1990, por causa disso tinham os cargos e os salários mais altos. 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.