Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Tela Plana Por Blog Críticas e análises sobre o universo da televisão e das plataformas de streaming

Globo faz de ‘Pantanal’ novela sob medida para viralizar no Twitter

Remake mira em memória afetiva do público da versão original e acerta em cheio em ‘memes’ criados pela nova geração

Por Kelly Miyashiro Atualizado em 16 Maio 2022, 18h50 - Publicado em 16 Maio 2022, 16h09

No ar após mais de trinta anos da exibição original na extinta Manchete, o remake de Pantanal foi feito sob medida pela Globo para viralizar no Twitter em 2022. Escrita por Benedito Ruy Barbosa, a trama ambientada no Centro-Oeste do Brasil vem sendo atualizada por Bruno Luperi, neto de Barbosa, no horário nobre da TV brasileira.

Com grande investimento da emissora em viagens, equipamentos de última geração e em divulgação, o autor da versão atual não economiza nos artifícios para conquistar o público. O resultado positivo vem se refletindo na audiência, já que a atual novela das 9 levantou os números do ibope da faixa em comparação com a antecessora, Um Lugar ao Sol. Com nove semanas no ar, Pantanal tem uma média de 28 pontos, enquanto no mesmo período a trama de Lícia Manzo registrou apenas 22.

Mas o que vem se destacando como atrativo, e se mostrando essencial para o sucesso do remake é a capacidade da história em virar piadas que repercutem nas redes sociais – os “memes”. O fator viral pode não ter sido o principal objetivo da produção da Globo, já que o foco de uma novela é retorno comercial sempre, e é da audiência e da publicidade que ele se nutre. Mas é difícil acreditar que ninguém tenha percebido o potencial de frases satíricas como “não fala nada, Muda!”, disparada por Juma (Alanis Guillen) à personagem interpretada por Bella Campos, que fingia não conseguir falar. Ao se converter em memes, esses bordões ampliam o engajamento do espectador com a trama.

Se na primeira versão o Jove de Marcos Winter causava dúvidas sobre sua sexualidade na imaginação de José Leôncio (Cláudio Marzo), na atual o personagem vivido por Jesuíta Barbosa escancara sua fluidez como um jovem liberto das amarras do machismo e do estereótipo de másculo – com muito prazer, inclusive. É o típico personagem para “quebrar o tabu” e fazer as redes sociais ficarem em polvorosa com o galã “esquerdomacho”.

Para além dos fatores “memiáticos”, Pantanal desperta a curiosidade de um público que já tinha perdido o gosto de ver novela. As paisagens naturais belíssimas são deixadas em segundo plano para dar lugar a atuações fortes, como a de Juliana Paes na pele de Maria Marruá na primeira fase, e surpreendentes, como a da quase novata Alanis como Juma.

A expectativa da Globo é que a trama se encaminhe para quebrar seus próprios recordes de audiência conforme o enredo ganha novas camadas. Consiga esse feito ou não, o fato é que Pantanal já demarca uma nova era na relação do público com a televisão aberta. Foi-se o tempo em que os folhetins batiam mais de 40 pontos, é verdade. Mas atualmente a Globo não compete mais com Record e SBT apenas, e sim com um universo inteiro de possibilidades abertas pela explosão do streaming. Que uma boa parcela do público agora acompanhe novela pela internet e faça questão de comentá-la no Twitter é a prova de que Pantanal aos poucos vai passando sua boiada em direção a um novo tempo na TV.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)