Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Ricardo Rangel

Por que Bolsonaro não foi indiciado por crime

Em uma semana, dois escândalos

Por Ricardo Rangel Atualizado em 23 mar 2022, 16h17 - Publicado em 23 mar 2022, 19h00

Bolsonaro foi indiciado pelo Ministério Público Federal por improbidade administrativa no caso Wal do Açaí. Quem prestou atençãose lembra de Wal, uma funcionária lotada no gabinete brasiliense do então deputado federal Jair Bolsonaro.

Walderice Santos da Conceiçãomorava em Angra dos Reis, a 200 quilômetros da cidade do Rio de Janeiro, e era mulher do caseiro de uma casa que Bolsonaro mantinha no balneário. Durante a semana, administrava uma loja em que vendia açaí; no fim de semana, executava serviços domésticos na casa do deputado. Jamais pôs os pésem Brasília.

Salvo alguma explicação mirabolante que até hoje, depois de anos, não surgiu, a explicação é óbvia: Bolsonaro pagava a uma funcionária particular com dinheiro público. Configura improbidade administrativa, claro, mas também crimes de falsidade ideológica, peculato etc.

É de se supor que o MPF tenha optado por indiciar Bolsonaro não por peculato (que é crime e dá cadeia), mas por improbidade administrativa, porque improbidade, por não ser crime, não oferece foro privilegiado. Ou seja, o processo pode andar.

No entanto, as provas e evidências que devem comprovar a improbidade administrativa são as mesmas que comprovariam peculato, de modo que é provável que vejamos, nos próximos meses, um desfile de provas demostrando que Bolsonaro cometeu crime.

Em uma só semana, explodiram o escândalo do gabinete paralelo no MEC e o indiciamento de Bolsonaro no caso Wal do Açaí.

A campanha vai ser animada.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)