Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

USP, Dinamarca

Há uma farsa ideológica muito corriqueira nos textos da esquerda que empestam a mídia nativa segundo a qual a “direita” (cadê a direita? Renan Calheiros é esquerda, é isso?) quer sempre transformar as questões sociais em caso de polícia. Invasores de reitoria são expressão de um problema social? E os vândalos que destruíram o laboratório […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 22h22 - Publicado em 21 jun 2007, 17h58
Há uma farsa ideológica muito corriqueira nos textos da esquerda que empestam a mídia nativa segundo a qual a “direita” (cadê a direita? Renan Calheiros é esquerda, é isso?) quer sempre transformar as questões sociais em caso de polícia. Invasores de reitoria são expressão de um problema social? E os vândalos que destruíram o laboratório da Aracruz? Dia desses, vi a foto de três policiais dinamarqueses arrastando um remelento (remela finíssima, do welfare state…) que liderava a invasão a um prédio público de uma maneira, digamos, bem pouco “nórdica”. Alguns jornalistas brasileiros, advogados putativos do radicalismo burguês e pequeno-burguês, logo gritariam: “Violência! Coisa da direita que urra! Reacionários!”. Com um pouco mais de debate, acabariam concedendo: “Então tá. Primeiro o Brasil oferece as condições sociais da Dinamarca para que, então, possamos ter uma polícia dinamarquesa”. Mas quem disse que a maioria dos uspianos não está na Dinamarca? São dinamarqueses sustentados por bangladeshianos.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.