Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

O PCC é o nosso Hezbollah

O PCC é o nosso Hezbollah, e a Polícia de São Paulo é o Estado de Israel. É claro que é só uma comparação, digamos, entre estruturas simbólicas. A imprensa isenta e combativa, daqui a pouco, começará a colher as evidências de que “inocentes” (“a população civil do Líbano”) estão sendo mortos nas ruas, numa […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 23h21 - Publicado em 7 ago 2006, 16h28
O PCC é o nosso Hezbollah, e a Polícia de São Paulo é o Estado de Israel. É claro que é só uma comparação, digamos, entre estruturas simbólicas. A imprensa isenta e combativa, daqui a pouco, começará a colher as evidências de que “inocentes” (“a população civil do Líbano”) estão sendo mortos nas ruas, numa repressão cega — “reação desproporcional” —, comandada pelo secretário Saulo de Castro (“Ehud Olmert”). Enquanto isso, as virtudes intelectuais e estratégicas da cúpula do PCC, de que Marcola é o “Hassan Nasrallah Ricota”, serão descritas com admiração quase incontida. Assim como a violência terrorista do Hezbollah e do Hamas teria uma causa justa — o sofrimento do povo palestino —, a dos bandidos também se assenta numa razão humanitária: as péssimas condições de vida em que vivem os “irmãos” nos presídios. Não é só o Brasil: o mundo é refém da suposta superioridade moral das auto-intutuladas vítimas que decidem optar pelo terror. Nietzsche explico tudo direitinho n’A Genealogia da Moral. Aposto quanto vocês quiserem que, amanhã, nos jornais, a Polícia paulista estará levando mais bordoadas do que o PCC. Assim como Israel será sempre culpado. Os escravos morais chegaram ao poder. E eles odeiam a civilização.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.