Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

E É URGENTE

(leia primeiro o post abaixo)Gilmar Mendes quer uma corregedoria para a Polícia Federal? Grita o petralha: “Ah, lá vai você dizer que ele está certo!!!” GILMAR MENDES ESTÁCERTO!!!Sob a gestão, primeiro, de Márcio Thomaz Bastos e, depois, de Tarso Genro, a Polícia Federal chegou a tal grau de descontrole, que não será mais posta nos […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 17h54 - Publicado em 31 mar 2009, 18h04
(leia primeiro o post abaixo)
Gilmar Mendes quer uma corregedoria para a Polícia Federal? Grita o petralha: “Ah, lá vai você dizer que ele está certo!!!”

GILMAR MENDES ESTÁCERTO!!!

Sob a gestão, primeiro, de Márcio Thomaz Bastos e, depois, de Tarso Genro, a Polícia Federal chegou a tal grau de descontrole, que não será mais posta nos eixos apenas com a ação, por mais enérgica que seja, de um ministro da Justiça que tenha pulso firme. Esqueça. A PF está balcanizada — o que aponto há quase sete anos.

No governo FHC, não custa observar, já estava tomada por grupos de pressão e por militâncias estranhas, ora ideológicas, ora escatológicas. E É CLARO QUE HAVIA E HÁ MUITA GENTE SÉRIA POR LÁ. Mas foi o governo Lula que soltou as amarras e fez como o poetinha recomendou às meninas: “Bicicletai, seios nus!!!”

E alguns policiais federais resolveram fazer justamente como as vestais: saíram de seios nus — ai, meu Deus! Ainda haverá espaço para uma metáfora ao menos de ensino médio? — pela praça para impor a sua vontade. Tornaram-se um suprapoder. Ninguém está pedindo que deixem de investigar. Apenas que o façam segundo regras, que foram se perdendo.

Aliás, eu considero que esta seria uma medida CONTRA A IMPUNIDADE, uma vez que a ilegalidade na investigação só colabora com os bandidos, que têm um bom pretexto para se safar. Isso é uma evidência. Investigação da Polícia virou a casa da Noca.

Os polícias federais que fazem o seu trabalho dentro das regras e das leis — e não há saída fora delas — devem torcer para que a sugestão de Mendes prospere. Porque verão prestigiado o seu trabalho.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)