Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Alckmin não participou de conspirata nenhuma! Tentaram metê-lo no rolo, o que evidencia ma natureza da operação

Não! O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, não participou de conspirata nenhuma para transformar uma reunião de eleição de líder na Câmara num colégio eleitoral para eleger o presidente do partido. As coisas se deram de outro jeito. Surgida a idéia de jerico, Sérgio Guerra ligou para os governadores, também para o de São […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 13h02 - Publicado em 27 jan 2011, 14h46

Não!

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, não participou de conspirata nenhuma para transformar uma reunião de eleição de líder na Câmara num colégio eleitoral para eleger o presidente do partido.

As coisas se deram de outro jeito. Surgida a idéia de jerico, Sérgio Guerra ligou para os governadores, também para o de São Paulo. De Alckmin, o presidente do PSDB ouviu que era uma mobilização precoce, que não era a hora. Por alguma razão, isso foi tomado como assentimento.

“Nem sei se o Serra será candidato a presidente do partido. Mas, se quiser, terá meu integral apoio”, disse Alckmin hoje, afirmando, no entanto, que essa discussão deverá ocorrer em maio.” Mais: “Essa é uma questão extemporânea. Ontem, quando o Sérgio Guerra me telefonou, disse a ele minha opinião”.

ATENÇÃO! ISSO FOI INFORMADO A JORNALISTAS. ALGUNS PREFERIRAM OMITIR A INFORMAÇÃO PORQUE TIRAVA A PIMENTA DA REPORTAGEM. Os Joaquins Silvérios dos Reis convenceram parte da imprensa de que se tratava de um movimento coletivo, sem divergências. Este blog apurou que pelo menos dois outros governadores não deram aval à operação: Teotônio Vilela Filho, de Alagoas, e Beto Richa, do Paraná.

È assim que se elege a direção de um partido?

Continua após a publicidade

Publicidade