Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Secretários estaduais narram situação insustentável no Ministério da Saúde

Efeito 'dois ministros', falta de comando efetivo já afeta discussões de temas como "kit intubação" e crise do oxigênio

Por Mariana Muniz 22 mar 2021, 14h50

Tendo que lidar com um Ministério da Saúde comandado por dois ministros — um de fato, mas que está de saída e precisa resolver a sua pele, e outro indicado, mas ainda não nomeado por pendências administrativas — os secretários de saúde dos estados relatam uma situação “insustentável” nas tratativas com a pasta.

Interlocutores dos governos estaduais dizem que o momento atual “está muito difícil”, já que apesar do anúncio da troca do comando do ministério ter ocorrido há uma semana, ainda estão lidando com a equipe do general Eduardo Pazuello.

“Tudo está paralisado”, disse ao Radar nesta segunda-feira um secretário de Saúde. A descoordenação prejudica, por exemplo, as conversas sobre a escassez do chamado “kit intubação” e a crise gerada pela falta de oxigênio.

O momento para mais esse descompasso entre o governo federal e os governos estaduais não poderia ser pior: o Brasil vai fechando março como o pior mês desde que a pandemia de covid-19 chegou ao país, um ano depois.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)