Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Guido Mantega recorre a Gilmar para destruir provas da Lava-Jato

Ex-ministro petista foi alvo de buscas na 64ª fase da operação

Por Robson Bonin Atualizado em 11 dez 2019, 07h47 - Publicado em 11 dez 2019, 06h02

Ex-ministro da Fazenda, o petista Guido Mantega recorreu nesta semana a Gilmar Mendes, no STF, para forçar a Lava-Jato no Paraná a destruir ou devolver provas colhidas contra ele durante a 64ª fase da operação, batizada de Operação Pentiti.

Mendes decidiu declarar a nulidade de “qualquer ato decisório” adotado pela 13ª Vara Federal de Curitiba em relação ao petista. Na avaliação da defesa, a decisão justificaria a destruição de todas as provas colhidas durante as buscas realizadas nos endereços relacionados ao ex-ministro.

A 13ª Vara Federal, no entanto, avalia que a decisão de Mendes não anulou a decisão judicial que ordenou as buscas, o que não justificaria a destruição de provas.

“O peticionário requereu que a 13ª Vara Federal de Curitiba desse cumprimento ao decisum, com o consequente descarte ou restituição aos proprietários dos ‘elementos de prova angariados quando da efetivação das medidas de busca e apreensão da 64ª Fase da Operação Lava’”, registra a defesa de Mantega. “O indeferimento do pleito defensivo, todavia, traduz flagrante violação ao decidido nos autos da presente Reclamação”, complementa a defesa.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)