Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Google: como a guerra política impulsionou os presidenciáveis em 2021

Dados da plataforma mostram que Bolsonaro, Lula e Sergio Moro ganharam visibilidade nas buscas sempre que brigaram entre si

Por Robson Bonin Atualizado em 6 jan 2022, 16h04 - Publicado em 7 jan 2022, 08h10

Dados do Google mostram que Jair Bolsonaro, Lula e Sergio Moro ganharam visibilidade nas buscas, em 2021, sempre que brigaram entre si. O caos político, infelizmente, ajuda na campanha de todos.

Bolsonaro teve dois grandes picos de audiência no Google no ano passado. Quando brigou com Luiz Fux em julho e quando jogou apoiadores contra o STF em setembro. Já Lula venceu Bolsonaro nas buscas apenas uma vez: em março, quando o STF derrubou a condenação do caso tríplex.

Sergio Moro teve seu melhor desempenho nas buscas em dois momentos: quando se defendeu da decisão do STF que declarou sua parcialidade nos julgamentos da Lava-Jato e quando lançou sua candidatura ao Planalto.

Bolsonaro e Lula lideraram com muita folga as buscas no Google em 2021. Moro, João Doria e Ciro Gomes ficaram num patamar bem abaixo. O maior interesse sobre o pedetista na plataforma ocorreu no fim do ano, quando ele recebeu a visita de agentes da Polícia Federal. Já Doria se destacou no início do ano quando lutou pela vacina contra a ação negacionista de Bolsonaro.

Continua após a publicidade

Publicidade