Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

#ELEIÇÕES NO CONGRESSO#Uma Barbalho no caminho

Não tem faltado percalços na corrida de Michel Temer à presidência da Câmara. Depois do anúncio da candidatura de José Sarney na segunda-feira, ontem Geddel Vieira Lima, Henrique Eduardo Alves e Temer saíram a campo para tentar apagar outro incêndio. A deputada peemedebista Elcione Barbalho – ex-mulher de Jader – se lançou candidata à quarta-secretaria […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 18h17 - Publicado em 23 jan 2009, 06h13

Não tem faltado percalços na corrida de Michel Temer à presidência da Câmara. Depois do anúncio da candidatura de José Sarney na segunda-feira, ontem Geddel Vieira Lima, Henrique Eduardo Alves e Temer saíram a campo para tentar apagar outro incêndio. A deputada peemedebista Elcione Barbalho – ex-mulher de Jader – se lançou candidata à quarta-secretaria da Casa, um cargo que já foi negociado com o PT na ampla chapa de Temer.

Os caciques do partido na Câmara tentaram demovê-la da ideia, mas a deputada fincou pé e disse que não pretende retirar a candidatura. Os aliados de Temer veem a candidatura de Elcione como uma pernada que Jader e Renan Calheiros estariam tentando dar na candidatura do peemedebista, de quem são desafetos de longa data. “O Jader só é pai dos meus filhos”, reagiu Elcione. “Eu tenho trânsito na casa, consigo voto. Isso que eles estão fazendo é tudo composição, mas é direito de todo deputado se candidatar”, defende.

O problema maior da candidatura de Elcione não é sua viabilidade eleitoral, mas o perigo de os petistas tentarem retaliar a candidatura “invadindo” espaços destinados a outros partidos da chapa, o que poderia desorganizar toda a aliança de Temer. E isso é tudo o que Ciro Nogueira, Aldo Rebelo e Renan Calheiros querem.

Publicidade