Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Deltan diz ter recebido R$ 130 mil em depósitos para indenizar Lula

O ex-procurador da Operação Lava Jato foi condenado pelo STJ a pagar 75.000 reais corrigidos ao ex-presidente, por conta do famoso PowerPoint de 2016

Por Gustavo Maia Atualizado em 23 mar 2022, 18h58 - Publicado em 23 mar 2022, 18h53

Condenado nesta terça-feira pelo STJ a pagar indenização de 75 000 reais corrigidos ao ex-presidente Lula por causa do famoso PowerPoint de 2016, o ex-procurador Deltan Dallagnol afirmou há pouco pelas redes sociais que recebeu depósitos de mais de 130.000 reais na sua conta em menos de 24 horas.

“Em menos de 24h, brasileiros depositaram espontaneamente na minha conta MAIS DE R$ 130 MIL porque estão indignados com a injustiça da condenação que sofri no STJ para indenizar Lula. Não tenho palavras para o carinho, a solidariedade e o senso de justiça desse gesto”, declarou Dallagnol.

Filiado ao Podemos desde o fim do ano passado para disputar um cargo de deputado federal, o ex-chefe da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba afirmou que entendeu a demonstração de apoio como uma mensagem de que ele “pode ir à linha de frente lutar contra a corrupção”.

“Foram CENTENAS e CENTENAS de contribuições espontâneas de pessoas de todo o Brasil, de 1, 2, 5, 25, 30, 50, 100, 500 ou 1.000 reais, e minha esposa está me avisando que elas não param de chegar! A atitude por trás de cada doação me fez encher os olhos várias vezes hoje.
Esse resultado é ASSOMBROSO e nos dá forças e energia para continuar o trabalho contra a injustiça e a corrupção. A condenação com juros, correção e honorários pode se aproximar de R$ 200 mil, mas esse apoio me faz acreditar que com vocês vou superar essa injustiça”, disse o ex-procurador.

Ele declarou ainda que, se conseguir derrubar “essa decisão injusta” do STJ, vai doar todo o dinheiro que recebeu para hospitais filantrópicos para o tratamento de crianças com câncer e portadoras de autismo. E que, se tiver que pagar a indenização, o valor remanescente também será destinado para as mesmas causas.

“Meu OBRIGADO a todos os brasileiros que se manifestaram por palavras e ações, vocês são incríveis! Meu coração se enche de amor e de alegria de saber que nosso país tem tantas pessoas dispostas a lutar por ele e a se unirem para superar as dificuldades no caminho”, concluiu.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)