Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

De sanfoneiro oficial a ministro do Turismo, quem é Gilson Machado

Presidente da Embratur chega ao primeiro escalão; também foi um conselheiro político pé-frio de Bolsonaro, para quem indicou candidatos derrotados nas urnas

Por Evandro Éboli Atualizado em 9 dez 2020, 18h32 - Publicado em 9 dez 2020, 18h25

Sabe-se lá a razão, mas o empresário dono de pousada no Nordeste e sanfoneiro do grupo Brucelose caiu nas graças de Jair Bolsonaro. Desde o início do governo.

Gilson Machado, presidente da Embratur, é o novo ministro do Turismo. Esse sim, foi o cargo que sempre desejou e que chegou a contar a amigos que ocuparia. Vai realizar o desejo agora, mesmo que interinamente.

Em rodas, disse que foi ideia sua acabar com a exigência de visto para norte-americanos no Brasil. É um defensor da liberação de cassinos.

Nas graças do presidente, Machado está entre os principais frequentadores das lives de Bolsonaro, que acontecem às quintas-feiras.

Sempre com sua sanfona, ainda que não esteja entre os mais virtuoses e mesmo não sendo contemplado com uma das vozes das mais bem colocadas e afinadas. Sim, ele canta também.

Continua após a publicidade

E já comprou briga com os netos de Luiz Gonzaga, que vetaram ele de executar canções do avô. Machado, numa dessas lives tocou “Riacho do Navio”, um clássico de Gonzagão em parceria com Zé Dantas.

Durante a campanha eleitoral, o agora ministro esteve muito presente nas “lives eleitorais” de Bolsonaro, que usou estrutura do Alvorada para pedir votos.

Indicou uma dúzia de candidatos a Bolsonaro, que pedia apoio a um cidadão que nunca viu na vida.

Dos 13 candidatos que indicou ao presidente, apenas 3 foram eleitos.

“Esse aqui (candidato) é peixe de quem? Peixe do Gilson? Só podia ser. Ele está indicando todo mundo”, ainda afirmou Bolsonaro numa das lives, em tom de piada.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês