Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Como é a casa que a União Europeia quer para sua embaixadora em Brasília

Delegação do bloco pediu manifestação de agentes imobiliários interessados em oferecer imóveis para a residência oficial da diplomata

Por Nicholas Shores Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 6 dez 2023, 15h37 - Publicado em 6 dez 2023, 15h33

A União Europeia está à procura de uma casa no Lago Sul, em Brasília, para ser a residência oficial de sua embaixadora no Brasil, a alemã Marian Schuegraf. A delegação do bloco publicou, recentemente, um pedido por manifestações de agentes imobiliários da capital interessados em oferecer imóveis para compra ou aluguel.

A lista de características desejadas vai desde orientações gerais – como “é indicado que a superfície total com todos os cômodos seja de no máximo de 600 metros quadrados” e “o imóvel deve adotar uma imagem representativa, mas sem ostentação excessiva” – a exigências pormenorizadas.

A área de recepção, diz o anúncio, deve ter espaço suficiente para recepções oficiais com pelo menos 50 convidados e uma sala de jantar para, no mínimo, catorze pessoas, próxima à cozinha. É “desejável”, também, que haja um vestiário ao lado da entrada da casa, vários lugares de estacionamento e terraço coberto, alpendre e piscina.

A “acomodação privada”, explica o órgão diplomático, deverá ser separada e, se possível, “independente” da área de recepção. São necessários um quarto principal, dois ou três dormitórios para filhos e dependentes, um quarto de hóspedes, um ou mais banheiros, uma sala intima, salas de TV e uma garagem.

Quanto à localização, a delegação da União Europeia pede que se evitem imóveis em “zonas reconhecidamente de elevado risco de criminalidade, zonas sem instalações adequadas, zonas industriais, zonas militares, rotas utilizadas para manifestações locais”.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.