Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Brasileiros importam quase US$ 900 milhões em eletrodomésticos em 2023

Levantamento com base na Secretaria de Comércio Exterior mostra recorde de compras de países estrangeiros; veja os produtos mais adquiridos

Por Ramiro Brites Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
22 nov 2023, 16h30

As importações de aparelhos e utensílios domésticos alcançaram o recorde de 868 milhões de dólares até outubro, segundo levantamento da Vixtra, com base em dados da Secretaria de Comércio Exterior. O valor é 25,4% maior do que o mesmo período do ano passado, quando as compras de produtos estrangeiros chegou a 692 milhões de dólares.

A origem de grande parte dos produtos é a China, responsável por mais de 83% das importações, seguida pela Indonésia e Estados Unidos, que juntas chegam a 5,2% das compras de países estrangeiros.

“Os chineses são, reconhecidamente, o principal parceiro comercial do Brasil, com uma relação comercial que movimentou mais US$ 44 bilhões em importações em 2023 e isso inclui diversos produtos que vão desde brinquedos e calçados a eletrodomésticos”, afirmou Leonardo Baltieri, Co-CEO da Vixtra, que destaca a competitividade de preços dos produtos do país oriental. 

A preferência de investimento dos brasileiros em eletrodomésticos importados é, em especial, de fogões (184 milhões de dólares), seguido por geladeiras e freezers (71 milhões de dólares), aquecedores (68 milhões de dólares) e aspiradores de pó (50 milhões de dólares).

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.