Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

As características psicológicas para se obter porte de arma no Brasil

Segundo o Conselho Federal de Psicologia, a pessoa não pode ter 'agressividade exacerbada’ ou ‘ansiedade muito diminuída’

Por Lucas Vettorazzo Atualizado em 26 jan 2022, 13h28 - Publicado em 26 jan 2022, 18h30

O Conselho Federal de Psicologia publicou no Diário Oficial da União desta quarta-feira a regulamentação do trabalho de avaliação psicológica para a concessão de posse ou porte de arma de fogo no Brasil.

Psicólogos conduzem uma entrevista para avaliar se o perfil da pessoa que está aplicando para ter uma arma é adequado para isso.

Segundo o texto de regulamentação, os profissionais devem avaliar aspectos cognitivos do indivíduo, traços de sua personalidade, sua capacidade de juízo crítico e seu comportamento frente a “situações-problema” que envolvam o uso do armamento.

Na parte cognitiva, são avaliados os processos de atenção do candidato, além da identificação do nível intelectual da pessoa. Também é avaliado o chamado “controle inibitório”, que tem a ver com sistema que regula os impulsos da pessoa e que é prejudicado, por exemplo, em indivíduos com transtorno de déficit de atenção.

Na parte dos traços da personalidade, os psicólogos são orientados a identificar a agressividade e a ansiedade do interessado. O texto indica que para um nível considerado “adequado” dessas emoções em um candidato, nenhuma delas pode estar “exacerbada ou muito diminuída”. Também são investigados indicadores de quaisquer “transtornos que impliquem prejuízos de autocontrole”.

Por fim, na parte de juízo crítico e comportamento, são avaliadas, segundo a regulamentação, “respostas a situações hipotéticas que abordem ações, reações e decisões adequadas às situações-problema apresentadas que envolvam o uso de arma de fogo”.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês