Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
O Som e a Fúria Por Felipe Branco Cruz Pop, rock, jazz, black music ou MPB: tudo o que for notícia no mundo da música está na mira deste blog, para o bem ou para o mal

Primeiro álbum de Nara Leão é relançado em edição de luxo

O trabalho, de 1964, será vendido em uma caixa com quadro da cantora, caderneta, caixa organizadora, além do CD

Por Felipe Branco Cruz Atualizado em 18 jun 2022, 01h06 - Publicado em 17 jun 2022, 11h00

Desde 1957 que o apartamento de Nara Leão, em frente ao Posto 4, na Avenida Atlântica, em Copacabana, era frequentado pelos músicos que ajudaram a fundar a Bossa Nova. Mas a cantora, dona de uma voz suave, só lançaria mesmo seu primeiro álbum autoral em 1964. Embora fosse chamada de “Musa da Bossa Nova”, Nara jamais aceitou o termo e, durante a carreira, interrompida em 1989, aos 42 anos, com sua morte, ela aderiu também ao Tropicalismo, cantou MPB, samba e até aos grandes standards americanos.

Agora, em 2022, ano em que completaria 80 anos, a cantora capixaba ganha um caprichado relançamento de seu primeiro álbum Nara, pela Universal Music. O trabalho, a venda exclusivamente no site da UMusic Store e no Mercado Livre, faz parte da série Fan Box, uma linha sofisticada de produtos da gravadora. O pacote, que estará a venda a partir desta terça-feira, 21, sairá por 129,90. Além do CD, também estão inclusos uma caixa que se transforma em quadro, uma caixa organizadora e uma caderneta (tipo Moleskine).

Fan Box do primeiro álbum de Nara Leão, com capa/quadro, caderneta, CD e caixa organizadora
Fan Box do primeiro álbum de Nara Leão, com capa/quadro, caderneta, CD e caixa organizadora Universal/Divulgação

O álbum, lançado em 27 de fevereiro de 1964 pela gravadora Elenco, quando Nara tinha 22 anos, marcou justamente o rompimento dela com a Bossa Nova e sua aproximação com o samba e compositores como Zé Keti, Nelson Cavaquinho e Cartola. Estão também presentes outros importantes compositores da nova geração da época, como Carlos Lyra, Edu Lobo e Baden Powell. O disco foi importante também porque evidenciou seu posicionamento político e sua preocupação com a realidade social do país.

O lançamento vai no caminho oposto dos streamings e do mercado digital e foca no público mais interessado nos objetos físicos. “Nós, da Universal Music, preservamos a importância do produto físico para colecionadores, fãs e admiradores da música com qualidade”, disse Paulo Lima, presidente da Universal Music Brasil. “É um prazer apresentar o Fan Box, que agrega o CD físico com encartes originais – e ainda inclui peças lindas, como o quadro e a caderneta”, completou.

Capa do álbum 'Nara', de 1964
Capa do álbum ‘Nara’, de 1964 Universal/Divulgação

 

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)