Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
O Som e a Fúria Por Felipe Branco Cruz Pop, rock, jazz, black music ou MPB: tudo o que for notícia no mundo da música está na mira deste blog, para o bem ou para o mal

O roqueiro que desafia as autoridades britânicas com construção cafona

Roger Taylor, baterista do Queen, quer construir uma nova portaria em sua mansão, mas os órgãos de proteção ao patrimônio não gostaram nada da história

Por Da Redação Atualizado em 26 jul 2022, 16h39 - Publicado em 26 jul 2022, 15h42
https://www.express.co.uk/entertainment/music/1479273/Queen-drummer-Roger-Taylor-new-music-KT-Tunstall-Outsider-album
O baterista do Queen, Roger Taylor – //Divulgação

Roger Taylor, baterista do Queen, está enfurecendo as autoridades responsáveis pelo patrimônio histórico do Reino Unido. Tudo porque o músico de 73 anos quer construir um novo portão em sua mansão na Cornualha, onde antes funcionava um orfanato. Para a construção, seria necessário a demolição de uma antiga sala de aula, um espaço de jardinagem e um celeiro. O portão ficaria a 30 metros da casa principal, que tem salão de jogos, quadra de tênis, piscina coberta e até heliporto.

De acordo com Historic England, um dos órgãos públicos do país responsáveis pelo patrimônio histórico, a nova portaria seria “excessivamente dominante” e prejudicaria a configuração do edifício. O casarão é listado como sendo Grade II, o tipo mais comum entre os edifícios históricos, mas que tem uma arquitetura e um interesse histórico de importância nacional.

A inspetora Catherine Marlowe disse em uma carta: “A Historic England considera que a substituição proposta do edifício terá um efeito prejudicial a configuração do edifício listado como Grade II em sua paisagem e, portanto, de seu significado patrimonial”.

A alternativa proposta pelo departamento é que o músico forme um pequeno pátio, de maneira que lembre uma casa de campo e que a construção fosse construída mais a leste para mitigar o impacto visual. “Isso manterá as funções dos edifícios claramente separadas da casa principal e reduzirá sua escala, massa e impacto.”

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)