Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

O Som e a Fúria Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Felipe Branco Cruz
Pop, rock, jazz, black music ou MPB: tudo o que for notícia no mundo da música está na mira deste blog, para o bem ou para o mal
Continua após publicidade

A razão que levou Paul McCartney a fazer show intimista em Brasília

Músico se apresentou de surpresa no Clube do Choro, em Brasília, para apenas 500 pessoas

Por Felipe Branco Cruz Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
1 dez 2023, 16h25

Na última quarta-feira, 29, um dia antes de se apresentar no estádio Mané Garrincha, em Brasília, o ex-beatle Paul McCartney fez um show intimista no Clube do Choro, em Brasília, para 500 pessoas. O raro gesto de Paul McCartney, no entanto, teve um motivo nobre. Segundo uma reportagem do jornal Correio Braziliense, McCartney aceitou fazer a apresentação porque o local é ligado à Escola de Choro Raphael Rabello.

Cerca de 30 ingressos foram disponibilizados para os alunos da instituição e outros 10 para os profissionais do local. O restante foi vendido em tempo recorde por cerca de 200 reais. Entre as pessoas que assistiram à apresentação, estavam Samuel Rosa, do Skank, e João Barone, do Paralamas do Sucesso. Os celulares do público foram lacrados e apenas vídeos oficiais feitos pela equipe de McCartney foram divulgados.

Segundo Henrique Neto, diretor da Escola de Choro Raphael Rabello, em entrevista ao Correio Braziliense, o contato para o show foi feito há mais de um mês, mas a confirmação só chegou uma semana antes da apresentação. O local foi, então, todo preparado pela própria equipe de McCartney, que aprimorou, inclusive, os equipamentos de som do lugar. “Paul disse que tinha interesse em fazer um show no Clube do Choro porque entendia a importância de tocar nesses locais culturais e dar projeção a lugares que cultivam o ensino, a cultura. Ficamos sem acreditar. É um ícone, inspirador para quem toca qualquer estilo musical, ele unifica as pessoas, é universal. Ele imortalizou a Escola e o Clube com a presença dele”, disse Neto.

O apoio de Paul McCartney às artes é antigo, especialmente em sua cidade natal, Liverpool. Anualmente, ele visita a Liverpool Institute For Arts (Lipa), mantida por ele, para entregar os diplomas para os alunos. A concorrência por uma vaga na escola é grande, já que muitos alunos são fãs dos Beatles e só se inscrevem nos cursos porque sabem que ao final dele receberão os certificados das mãos do próprio músico.

View this post on Instagram

A post shared by Paul McCartney (@paulmccartney)

Continua após a publicidade
View this post on Instagram

A post shared by Paul McCartney (@paulmccartney)

Confira o setlist do show:

  1. A Hard Day’s Night (Beatles)
  2. Junior’s Farm (Wings)
  3. Letting Go (Wings)
  4. Got to Get You Into My Life (Beatles)
  5. Come On to Me
  6. Let Me Roll It (Wings)
  7. Getting Better (Beatles)
  8. My Valentine
  9. Nineteen Hundred and Eighty-Five (Wings)
  10. Maybe I’m Amazed
  11. I’ve Just Seen a Face (Beatles)
  12. From Me to You (Beatles)
  13. Blackbird (Beatles)
  14. Fuh You
  15. Ob-La-Di, Ob-La-Da (Beatles)
  16. Get Back (Beatles)
  17. Lady Madonna (Beatles)
  18. Let It Be (Beatles)
  19. Hey Jude (Beatles)
    Bis:
  20. Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band (Reprise) (Beatles)
  21. Helter Skelter (Beatles)
  22. Golden Slumbers (Beatles)
  23. Carry That Weight (Beatles)
  24. The End (Beatles)

Acompanhe notícias e dicas culturais nos blogs a seguir:

Tela Plana para novidades da TV e do streaming
O Som e a Fúria sobre artistas e lançamentos musicais
Em Cartaz traz dicas de filmes no cinema e no streaming
Livros para notícias sobre literatura e mercado editorial

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.