Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Noblat

Por Coluna Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
O primeiro blog brasileiro com notícias e comentários diários sobre o que acontece na política. No ar desde 2004. Por Ricardo Noblat. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Tudo indica que Segóvia é um desastre!

Diretor-geral da Polícia Federal em apuros

Por Ricardo Noblat
Atualizado em 12 fev 2018, 08h00 - Publicado em 12 fev 2018, 08h00

Injustiça com Fernando Segóvia! A agência Reuters, que o entrevistou, corrigiu-se. Segóvia disse que até o momento “não há indício de crime contra Temer, indicando, em vez de afirmando, que a tendência é que a Polícia Federal arquive o caso”. Viram? Ele não afirmou, apenas indicou.

Dito de outra maneira: Segovia “indicou” que a tendência da Polícia Federal é arquivar a investigação contra Temer por não haver indício de que ele cometeu crime. “Indicou”. Está claro? E não o fez para favorecer Temer (o acréscimo, aqui, é meu). Fez por fazer, ora bolas.

Naturalmente, o diretor-geral da Polícia Federal, indicado para o cargo pelo PMDB de José Sarney, Renan Calheiros e Temer, nada devia indicar sobre um inquérito que está longe de ser concluído. Menos ainda ameaçar com punição, como o fez, o delegado que conduz o inquérito.

Por que o ameaçou? Por que não se dá bem com ele desde que o delegado investigou a família Sarney no Maranhão, e logo na época em que Segóvia era, ali, o superintendente da Polícia Federal? Por acaso quis constranger o delegado na hora em que ele investiga Temer?

Tudo indica que Segóvia é o mais desastrado dos diretores que a Polícia Federal já teve.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.