Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
VEJA Meus Livros Por Blog Um presente para quem ama os livros, e não sai da internet.

Ana Luisa Escorel é a 1ª mulher a vencer Prêmio SP de Literatura

A escritora Ana Luisa Escorel recebe o Prêmio São Paulo de Literatura (Crédito: Secretaria de Cultura de São Paulo/Reprodução) Foram anunciados nesta segunda-feira os vencedores do Prêmio São Paulo de Literatura, em cerimônia realizada no Museu da Língua Portuguesa, na capital paulista. Ana Luisa Escorel se tornou a primeira mulher a vencer na categoria principal, a […]

Por Meire Kusumoto Atualizado em 31 jul 2020, 02h40 - Publicado em 10 nov 2014, 23h12
A escritora Ana Luisa Escorel recebe o Prêmio São Paulo de Literatura (Crédito: Secretaria de São Paulo/Reprodução)

A escritora Ana Luisa Escorel recebe o Prêmio São Paulo de Literatura (Crédito: Secretaria de Cultura de São Paulo/Reprodução)

Foram anunciados nesta segunda-feira os vencedores do Prêmio São Paulo de Literatura, em cerimônia realizada no Museu da Língua Portuguesa, na capital paulista. Ana Luisa Escorel se tornou a primeira mulher a vencer na categoria principal, a de melhor livro do ano, com Anel de Vidro (Ouro Sobre Azul). Já Opisanie Swiata (Cosac Naify), de Veronica Stigger, venceu na categoria de melhor livro do ano de autor estreante – que publica pela primeira vez – com mais de 40 anos, enquanto O Evangelho Segundo Hitler (Record), de Marcos Peres, levou o prêmio de melhor livro do ano de autor estreante com menos de 40 anos.

Leia também: 
Prêmio Jabuti altera o resultado de duas categorias

Ana Luisa Escorel, nascida em 1944 em São Paulo, é filha do crítico literário Antonio Candido. Formada pela Escola Superior de Desenho Industrial, no Rio de Janeiro, ela fundou a empresa Ouro sobre Azul, que atua na área de design gráfico e também na publicação e edição de livros desde 2000. Em Anel de Vidro, Ana Luisa retrata uma mesma história pelo ponto de vista de quatro personagens diferentes.

Veronica Stigger nasceu em 1973, em Porto Alegre, e atua como escritora, crítica de arte e professora universitária. Opisanie Swiata conta a história de um polonês sessentão que descobre ter um filho no Brasil, onde está internado em um hospital em estado grave, e decide viajar para conhecê-lo.

Marcos Peres nasceu em Maringá, no Paraná, e se graduou em Direito pela Universidade Estadual de Maringá. Em O Evangelho Segundo Hitler, Peres homenageia um de seus ídolos, o escritor argentino Jorge Luis Borges, de uma maneira inusitada: com um faz de conta em que a obra de Borges teria inspirado Adolf Hitler e o nazismo.

No total, o Prêmio SP de Literatura distribui 400.000 reais aos vencedores: 200.000 reais para o autor do melhor livro do ano e 100.000 para cada um dos escritores estreantes. A premiação recebeu a inscrição de 153 romances, 67 delas de autores veteranos e 86 de estreantes.

Continua após a publicidade

Publicidade