Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Matheus Leitão

Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Blog de notícias exclusivas e opinião nas áreas de política, direitos humanos e meio ambiente. Jornalista desde 2000, Matheus Leitão é vencedor de prêmios como Esso e Vladimir Herzog
Continua após publicidade

O tiro pela culatra de Eduardo Bolsonaro

Entenda

Por Matheus Leitão Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO 29 nov 2022, 11h57

A família Bolsonaro, que adora se gabar de suas habilidades com armas e mira, acaba de dar um grande tiro n’água – ou pela culatra-  e decepcionar milhares de apoiadores.

A presença de Eduardo Bolsonaro na Copa do Mundo no Qatar com a esposa gerou reações de bolsonaristas e de opositores além de deixar evidente que o filho do presidente está levando sua vida tranquilamente enquanto “patriotas” acampam em frente aos quarteis pedindo uma intervenção das Forças Armadas por não aceitarem a vitória de Lula.

Em meio aos protestos antidemocráticos e golpistas, com imagens de pessoas tomando chuva e dormindo no chão, Eduardo Bolsonaro apareceu sorridente curtindo a vida no Qatar. A cena revolta também porque o Zero Três tinha dois compromissos marcados em sua agenda oficial em Brasília na parte da manhã no mesmo dia em que estava em outro país.

Será que ele cumpriu essa agenda à distância?

Nos grupos de WhatsApp, muitos bolsonaristas se sentiram desrespeitados. Ao mesmo tempo, a cena gerou munição para apoiadores do novo governo criticarem ainda mais a família do presidente.

Continua após a publicidade

No Twitter, o deputado federal eleito Guilherme Boulos chamou a situação de hipocrisia. “Enquanto deixa seus militantes golpistas tomando chuva na frente de Quartel, Bananinha está vendo a Copa no Qatar… Hipocrisia é pouco!”, escreveu.

A imagem do herdeiro do derrotado presidente gerou memes e com certeza vai desmobilizando a visão dos extremistas de que é preciso resistir ao resultado das urnas.

A postura de Eduardo foi vista como desrespeito pelos manifestantes. Mas, talvez, esse tiro n’água consiga acalmar os ânimos dos lunáticos que gritam em frente aos quartéis, atrapalham as estradas, comprometem a democracia e rasgam a constituição.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.