Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Matheus Leitão Blog de notícias exclusivas e opinião nas áreas de política, direitos humanos e meio ambiente. Jornalista desde 2000, Matheus Leitão é vencedor de prêmios como Esso e Vladimir Herzog

O número da pesquisa Datafolha que favorece Lula e preocupa Bolsonaro

Entenda

Por Matheus Leitão Atualizado em 8 ago 2022, 14h56 - Publicado em 5 ago 2022, 17h06

Uma comparação do quadro eleitoral nos meses de julho dos anos 2014, 2018 e 2022, segundo dados do Datafolha, revela algo impressionante: o número de indecisos é absurdamente menor nesta campanha do que nas duas anteriores. Ao menos neste momento das três corridas pelo Palácio do Planalto.

Os dados são ainda mais relevantes porque estão relacionados às perguntas feitas na pesquisa espontânea, quando o nome dos candidatos não é apresentado aos entrevistados pelo instituto.

Em julho de 2014, o Datafolha mostrava um número de indecisos altíssimo: 49% dos eleitores diziam estar em dúvida sobre os candidatos à Presidência. Naquela data os principais nomes eram Dilma Rousseff, Aécio Neves e Marina Silva.

Quatro anos depois, em julho de 2018, o número de indecisos era um pouco menor – no mesmo mês de julho: 41% mostravam-se em dúvida em relação aos postulantes Jair Bolsonaro, Fernando Haddad, Geraldo Alckmin e Marina.

Agora, em 2022, o último Datafolha, também divulgado do mês de julho, traz um número de indecisos já bem menor, de apenas 26%. Trata-se da cristalização do voto, segundo cientistas políticos, presente de forma muito mais forte nesta eleição. E, com menos indecisos, menos chance também de alteração no quadro.

Um dos motivos, obviamente, é o fato de que os dois líderes são muito conhecidos – por mais de 90% dos eleitores. Disputam Lula, um ex-presidente que governou o país por oito anos, e um presidente no exercício do cargo, que busca a reeleição. Nunca houve uma disputa assim na história do presidencialismo brasileiro contemporâneo.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)