Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Matheus Leitão Blog de notícias exclusivas e opinião nas áreas de política, direitos humanos e meio ambiente. Jornalista desde 2000, Matheus Leitão é vencedor de prêmios como Esso e Vladimir Herzog

Como as campanhas de Lula e Bolsonaro vão lidar com a Petrobras

Entenda

Por Matheus Leitão Atualizado em 20 mar 2022, 21h53 - Publicado em 20 mar 2022, 13h55

A Petrobras vai estar de novo no centro do debate político, desta vez nas eleições de 2022. Digo de novo, porque – é bom lembrar – ela esteve no coração da campanha de 2018, vencida por Jair Bolsonaro.

Agora, quatro anos depois, o presidente está acuado pela impopularidade que a alta do preço dos combustíveis pode gerar – gasolina e o diesel caros são matéria-prima utilizada por qualquer oposição no mundo.

Enquanto Bolsonaro lutará contra o apelido “Bolsocaro”, que será explorado ao longo do ano, o ex-presidente Lula terá que não só fazer o eleitor acreditar que ele pode baixar o preço dos combustíveis, como também que fará isso de forma sustentável. A última intervenção em governo petista na formação de preços da Petrobras gerou um enorme prejuízo.

Mesmo inocentado na Lava Jato e com mais de 20 vitórias para chamar de suas, o esquema de corrupção que existiu na estatal do petróleo também continuará sim a ser explorado pelo atual governo na campanha de 2022.

A ideia bolsonarista é bater na tecla de que Lula só se livrou por conta do Supremo Tribunal Federal (STF), mas que o esquema existiu, aparelhando as diretorias e gerências através de partidos como o próprio PT.

Ou seja, enquanto o PT e Lula tratarão da política de preços da Petrobras nas inserções do PT, Bolsonaro tentará ressuscitar o fantasma da corrupção que tanto influenciou o último pleito.

Mas no eleitor – talvez – faça mais sentido o peso dos preços cada vez mais altos, o custo de vida que sobe em todos os produtos, e que é bem visível na bomba de gasolina.

É esperar para ver o que vai acontecer.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)