Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Maquiavel

Por José Benedito da Silva
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho, Isabella Alonso Panho e Adriana Ferraz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Saiba quem é o candidato de Ronaldo Caiado à prefeitura de Goiânia

Governador filia nesta quinta-feira, 4, o ex-assessor de Michel Temer e presidente da Federação das Indústrias, Sandro Mabel ao União Brasil

Por Isabella Alonso Panho Atualizado em 9 Maio 2024, 12h39 - Publicado em 4 abr 2024, 19h23

O governador de Goiás Ronaldo Caiado (União Brasil) vai filiar nesta quinta-feira, 4, o pré-candidato escolhido para receber o seu apoio à prefeitura da capital. Sandro Mabel, presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), ex-deputado federal por quatro mandatos e ex-assessor do ex-presidente Michel Temer (MDB) será o candidato do governo nas eleições deste ano.

O anúncio do apoio foi feito durante o feriado de Páscoa e o evento de filiação desta quinta é mais um passo dado na construção da candidatura de Mabel. O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) chegou a Goiânia nesta manhã e já dividiu agendas com Caiado e Mabel. No entanto, o PL tem outro pré-candidato na cidade: o deputado federal Gustavo Gayer.

O escolhido de Caiado começou a carreira política em 1991 como deputado estadual. Depois, alcançou uma cadeira na Câmara, onde permaneceu por quatro mandatos: 1995 a 1999, 2003 a 2007, 2008 a 2011 e 2011 a 2015. Ele terminou a passagem pela Casa como vice-líder do MDB, uma das siglas que teve maior protagonismo no processo de impeachment de Dilma Rousseff (PT).

Não à toa, se tornou assessor de Temer, cargo que ocupou até maio de 2017 — quando pediu demissão após ser citado no acordo de colaboração premiada da Odebrecht como suposto receptor de propina. Mabel chegou a ser investigado, mas não foi denunciado e tampouco teve qualquer condenação.

Continua após a publicidade

O apoio de Caiado pesca Mabel do mundo empresarial e o traz de volta à política. Até então, a aposta nos bastidores era de que o governador lançaria o ex-prefeito de Trindade (região metropolitana de Goiânia), Jânio Darrot, à chefia do Executivo da capital. Nas vésperas do feriado de Páscoa, ele anunciou a retirada da sua pré-candidatura por motivos pessoais.

Um levantamento do Instituto Paraná Pesquisas divulgado em fevereiro mostrou a deputada federal Delegada Adriana Accorsi (PT) liderando as intenções de voto em Goiânia, rivalizando o pódio com Gayer e com o senador Vanderlan Cardoso (PSD), que também é pré-candidato. A parlamentar é próxima de Lula e vice-líder do bloco do PT na Câmara.

O atual prefeito, Rogério Cruz (Republicanos), desponta em quarto lugar nas pesquisas, mas enfrenta problemas com a rejeição do eleitorado. Ele substituiu o titular da chapa, Maguito Vilela (MDB), que faleceu no começo do mandato.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.