Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Maquiavel

Por José Benedito da Silva
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho e Isabella Alonso Panho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Presidente do Republicanos aciona STF para derrubar inquérito da Odebrecht

Marcos Pereira é investigado por suposto pagamento de R$ 7 milhões ao partido, como ‘venda’ de apoio à reeleição de Dilma Rousseff, em 2014

Por João Pedroso de Campos Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 13 Maio 2024, 22h44 - Publicado em 17 ago 2023, 14h09

Presidente do Republicanos e vice-presidente da Câmara, o deputado Marcos Pereira (SP) protocolou um pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quarta-feira, 16, para derrubar um inquérito que o investiga com base nas delações premidas da Odebrecht. A apuração foi aberta em 2017 e atualmente tramita na Justiça Eleitoral do Distrito Federal.

A defesa de Pereira alega ao Supremo que o inquérito está baseado em provas declaradas imprestáveis pela Corte, como o sistema Drousys, usado para gerenciamento do departamento de propinas da empreiteira baiana. Também se alega que a investigação se alonga há seis anos, prazo excessivo, sem qualquer diligência desde 2020.

Marcos Pereira foi delatado por ex-executivos da Odebrecht, como Marcelo Odebrecht e Alexandrino Alencar, que atribuíram a ele o recebimento de 7 milhões de reais em caixa dois ao Republicanos, então chamado PRB, em 2014. O dinheiro seria destinado a “comprar” o apoio da sigla à reeleição da ex-presidente Dilma Rousseff, naquele ano.

“É chegado o momento de se reconhecer que não há provas nos autos, além das declarações de colaboradores e elementos documentais imprestáveis, que permitam avançar à fase judicial da persecução penal”, diz o pedido.

O Republicanos, presidido por Pereira, negocia um ministério no governo do presidente Lula. O deputado deve se encontrar em breve com o petista para tratar do assunto. A ala bolsonarista do Republicanos faz pressão sobre ele. Nome mais poderoso filiado à legenda atualmente, o governador de São Paulo, Tarcísio Gomes de Freitas, ameaça deixar o partido caso o deputado Silvio Costa Filho (PE) assuma um ministério.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.