Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Maquiavel

Por José Benedito da Silva
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho, Isabella Alonso Panho e Adriana Ferraz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Prefeito de Recife abre boa vantagem e pode vencer eleição em 1º turno

Levantamento sobre o cenário das eleições municipais da capital pernambucana foi feito pelo Instituto Paraná Pesquisas

Por Da Redação Atualizado em 9 Maio 2024, 11h36 - Publicado em 5 mar 2024, 08h07

Se as eleições municipais ocorressem hoje, o prefeito de Recife, João Campos (PSB), seria reeleito com uma vitória acachapante sobre os demais pré-candidatos. É o que revela o levantamento divulgado nesta segunda-feira, 4, pelo Instituto Paraná Pesquisas.

No principal cenário eleitoral na capital pernambucana, João Campos soma 64,6% das intenções de voto. O dado representa uma larga vantagem sobre o candidato do governo federal, o deputado estadual João Paulo (PT), que fica em segundo lugar com 7,5% dos votos. Na sequência, totalizando 5,5% e empatando tecnicamente com o petista, vem o ex-deputado federal Daniel Coelho (Cidadania), atual secretário de Turismo e Lazer de Recife e provável candidato apoiado pela governadora de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB).

Em quarto lugar está o candidato bolsonarista à prefeitura de Recife: o sanfoneiro Gilson Machado (PL), ex-ministro do Turismo no governo de Jair Bolsonaro (PL). O nome indicado pelo ex-presidente contabiliza 5,4% das intenções de voto, tecnicamente empatado com João Paulo e Coelho.

Avaliações de governo

Em relação à administração municipal, a pesquisa indica uma disparada da aprovação à gestão de Campos, que chega a 81,8% do eleitorado recifense – no último levantamento, publicado em abril do ano passado, o percentual era de 66,3%. No mesmo período, o número de eleitores que classificam seu mandato como “ótimo” subiu de 9,6% para 37,4%, e a parcela que o considera “péssimo” deslizou de 13,1% para 5,7%.

Em contrapartida, a popularidade da governadora Raquel Lyra vem despencando desde que assumiu o Palácio do Campo das Princesas, em janeiro do ano passado. No mesmo intervalo entre as duas pesquisas, a aprovação da tucana despencou de 63,1% para 37,5%, enquanto a rejeição ao seu governo avançou de 30,6% para 58,4%.

Continua após a publicidade

Ainda segundo a pesquisa divulgada nesta segunda-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) mantém o apoio da maioria na capital pernambucana, mas sua popularidade oscilou para baixo, passando de 62,6% para 58,4%, enquanto a rejeição à sua administração cresceu para 38,4%.

Cabos eleitorais em baixa

Como cabo eleitoral, Lula terá uma árdua tarefa para emplacar um aliado na prefeitura de Recife, já que 38,8% dos eleitores afirmam que “não votariam de jeito nenhum” em um candidato apoiado por ele, enquanto cerca de um terço declaram que “com certeza votariam” em um nome apadrinhado pelo presidente.

O desafio será ainda maior para o ex-presidente Jair Bolsonaro – entre os entrevistados, 20,4% indicaram apoio total ao candidato escolhido pela ex-mandatário, ao passo que 59,9% rejeitam categoricamente uma indicação sua ao Executivo municipal.

O Instituto Paraná Pesquisas entrevistou 802 eleitores em Recife, na modalidade presencial, entre os dias 24 e 29 de fevereiro. O grau de confiança do estudo é de 95% e a margem de erro é estimada em 3,5 pontos percentuais.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.