Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Maquiavel

Por José Benedito da Silva
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho, Isabella Alonso Panho e Adriana Ferraz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Pecuarista e empresário faz doação de 2,1 milhões de reais ao PT

Criador de gado e pioneiro em operação de lojas duty-free nos aeroportos brasileiros, Jonas Barcellos sempre manteve relações políticas azeitadas

Por João Pedroso de Campos Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 6 jul 2022, 19h11 - Publicado em 6 jul 2022, 17h26

A três meses da eleição presidencial, com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva liderando todas as pesquisas de intenção de voto, o PT demonstra ter retomado as boas relações com parte do empresariado nacional. Exemplo da boa vontade de alguns dos donos do dinheiro com o partido é o empresário e pecuarista Jonas Barcellos Corrêa Filho, pioneiro na operação de lojas duty-free nos aeroportos do país.

Fundador do Grupo Brasif, cujos negócios atualmente vão de criação de gado a empreendimentos imobiliários, passando por biotecnologia, venda de máquinas e varejo de vestuário, Barcellos acaba de fazer uma generosa doação aos cofres petistas, de 2,1 milhões de reais. O dinheiro pingou na conta do PT no início de junho, por meio de uma transferência eletrônica a título de “doações para manutenção do partido”, e faz do empresário o doador mais generoso com o partido até o momento. Antes dele, quatro membros da família Koren de Lima, que controla a Hapvida, haviam doado um total de 1,2 milhão de reais ao PT.

Conhecido no país como um dos mais bem-sucedidos criadores de gado Nelore e idealizador de um tradicional leilão de gado em Uberaba (MG), Jonas Barcellos sempre cultivou boas relações políticas. Reportagem de VEJA em 1999 mostrou como ele se mantinha próximo a políticos de diversas correntes, do PT ao então Partido da Frente Liberal (PFL), sigla onde tinha grandes aliados e amigos, entre os quais o ex-governador e ex-senador Jorge Bornhausen.

A jornalista Mirian Dutra, com quem o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso teria tido um filho fora do casamento, revelou à Folha de S. Paulo em 2016 que a Brasif, empresa de Barcellos, foi usada pelo tucano para lhe enviar dinheiro no exterior. Os recursos, cerca de 3.000 dólares mensais, segundo Mirian, eram repassados mediante um contrato assinado por ela com uma empresa da Brasif nas Ilhas Cayman. Ela relatou ao jornal uma conversa em que FHC lhe disse que o dinheiro enviado não era da empresa, mas dele, a partir de um depósito que o ex-presidente teria feito à Brasif, no valor de 100.000 dólares.

A generosidade política de Barcellos não começou agora, mas vinha sendo mais modesta ultimamente. Na eleição de 2014, a Brasif doou cerca de 1 milhão de reais a candidatos, dos quais 900.000 reais foram destinados à então presidente Dilma Rousseff (PT). Na campanha de 2018, o empresário e pecuarista destinou 430.000 reais a candidatos, sobretudo de partidos à direita, como DEM e PSL. Nas eleições municipais de 2020, contribuiu com 450.000 reais a candidatos a prefeito e vereador pelo PSL em Uberaba, onde tem negócios.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.