Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Maquiavel Por Coluna A política e seus bastidores. Informações sobre Planalto, Congresso, Justiça e escândalos de corrupção. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Operação da PF mira PCC por tráfico de cocaína da Bolívia para o Brasil

Corporação cumpre 15 mandados de prisão preventiva e 30 mandados de busca em oito estados

Por Caíque Alencar Atualizado em 2 dez 2021, 08h43 - Publicado em 2 dez 2021, 08h17

A Polícia Federal (PF) cumpre na manhã desta quinta-feira, 2, 15 mandados de prisão preventiva e 30 mandados de busca em oito estados para desarticular um esquema do PCC para o tráfico internacional de cocaína através da rota Bolívia-Paraguai-Brasil com o uso de aeronaves. Os mandados fazem parte da Operação Manifest e é realizada nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Roraima e no Distrito Federal.

A força-tarefa executa ordens judiciais para bloqueio de imóveis e contas bancárias, sequestro e apreensão de dez aeronaves e outros veículos e bens que estiverem em poder de grupo criminoso especializado que atuava em favor da facção.

PF também apreendeu armamentos que estavam em poder de grupo criminoso
PF também apreendeu armamentos que estavam em poder de grupo criminoso – Divulgação/Polícia Federal

Segundo a PF, as investigações nessa rota começaram em dezembro de 2020 a partir de um acidente aéreo na cidade de Muitos Capões, no Rio Grande do Sul. À época, um avião utilizado para transportar a droga pousou em uma região de plantação e ficou escondido no local por cerca de uma semana.

Ainda de acordo com as investigações, organização criminosa é formada por empresários do setor de aviação agrícola, advogados, pilotos e pessoas ligadas ao PCC. Os crimes identificados pela PF foram tráfico internacional de drogas, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Continua após a publicidade

Publicidade