Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Maquiavel

Por José Benedito da Silva Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho e Isabella Alonso Panho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Moraes autoriza PF a ouvir Marcos do Val sobre conspirata golpista

Ministro do STF atendeu a solicitação de delegado, após senador relatar pedido de Jair Bolsonaro para gravar Moraes

Por João Pedroso de Campos Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 2 fev 2023, 13h32 - Publicado em 2 fev 2023, 12h30

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta quinta-feira, 2, que a Polícia Federal colha o depoimento do senador Marcos do Val (Podemos-ES), que afirma ter sido envolvido pelo ex-presidente Jair Bolsonaro em uma conspirata golpista contra Moraes. O parlamentar deve ser ouvido em até cinco dias, ordenou o ministro.

VEJA revelou nesta manhã mensagens do parlamentar que indicam que Bolsonaro, ao lado do ex-deputado federal Daniel Silveira (RJ), tinha objetivo de anular as eleições, impedir a posse do presidente Lula e se manter no Palácio do Planalto. O senador do Val também falou sobre o caso em suas redes sociais, onde anunciou que deixará a política.

Em entrevista exclusiva a VEJA, Marcos do Val confirmou que participou de uma reunião com Jair Bolsonaro e Daniel Silveira no dia 9 de dezembro do ano passado. Na ocasião, o então presidente pediu que ele gravasse conversas de Alexandre de Moraes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, com o intuito de flagrá-lo em alguma inconfidência ou indiscrição e usar o material para anular a vitória de Lula.

O pedido da PF foi remetido a Moraes nesta quinta pelo delegado Raphael Soares Astini, que atua no inquérito que investiga o governador afastado do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), e o ex-ministro da Justiça e ex-secretário de Segurança Pública distrital, Anderson Torres, por conivência e omissão com os atos golpistas de 8 de janeiro.

Continua após a publicidade

“Submeto a Vossa Excelência pleito para deliberação quanto autorização para se realizar a oitiva do Senador MARCOS DO VAL, que recentemente divulgou em suas redes sociais possuir informações relevantes quanto a investigação em apreço”, escreveu o delegado no ofício a Moraes.

Para Alexandre de Moraes, as circunstâncias das afirmações do senador devem ser esclarecidas “no contexto mais amplo desta investigação, notadamente no que diz respeito a eventual intenção golpista, o que pode caracterizar os crimes previstos nos arts. 359-M (golpe de Estado) e 359-L (abolição violenta do Estado Democrático de Direito) do Código Penal”.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.