Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Maquiavel Por José Benedito da Silva A política e seus bastidores. Com João Pedroso de Campos, Reynaldo Turollo Jr., Tulio Kruse, Diogo Magri, Victoria Bechara e Sérgio Quintella. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Irmão de Bolsonaro é exonerado de cargo no interior de São Paulo

Conforme mostrou VEJA, chefe de gabinete em Miracatu, Renato Bolsonaro transformou a cidade no principal destino da região para as verbas federais

Por Sérgio Quintella Atualizado em 5 ago 2022, 15h14 - Publicado em 5 ago 2022, 12h48

O empresário Renato Antonio Bolsonaro, irmão do presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), foi exonerado do cargo de chefe de gabinete de Miracatu, no Vale do Ribeira, em São Paulo. A publicação no Diário Oficial da cidade paulista ocorreu na quinta-feira, 4, com data retroativa de 2 de agosto, uma terça-feira, mesmo dia em que VEJA entrou em contato com a administração do município durante a apuração de uma reportagem sobre a influência de Renato no governo — leia a matéria completa aqui. O pedido de entrevista não foi respondido.

A reportagem mostrou que o irmão do presidente é o principal articulador para a construção de pontes com o governo federal. Entre 2020 e 2022, a cidade recebeu nada menos que 72,1 milhões de reais da União para reformas, obras viárias e de infraestrutura e compra de máquinas e equipamentos. Mais 12,6 milhões de reais chegaram via emendas do chamado orçamento secreto. O total somado supera as receitas anuais regulares da prefeitura (81 milhões de reais). Por enquanto não há nenhuma evidência de mau uso desse dinheiro.

Agora que não é mais funcionário da prefeitura, Renato, que recebia um salário de 7.000 reais por mês, vai poder se dedicar mais à candidatura a deputado federal do amigo e assessor do presidente, Mosart Aragão (PL). Em julho, o irmão de Bolsonaro se ausentou da cidade na hora do expediente e caiu na estrada. Em uma das viagens ao lado de Aragão, percorreu mais de 600 quilômetros para ir e voltar de Itararé, na divisa com o Paraná. Também esteve, em dias úteis, em Ribeirão Branco, Ubatuba, Caraguatatuba e Bertioga.

 

 

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)