Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Maquiavel

Por José Benedito da Silva
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho, Isabella Alonso Panho e Adriana Ferraz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Governo se resignou após vídeo de general do GSI, diz líder da oposição

Base governista passou a defender a instalação da comissão após divulgação de imagens

Por Victoria Bechara 20 abr 2023, 16h05

O líder da oposição no Senado, Rogério Marinho (PL-RN), avalia que o governo não teve outra saída a não ser defender a instalação da CPMI dos atos antidemocráticos de 8 de janeiro após a divulgação do vídeo que mostra o general Gonçalves Dias, então chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), circulando entre os invasores no Palácio do Planalto. 

O vídeo serviu para que o governo parasse de cooptar parlamentares para que eles retirem a assinatura. O governo não está defendendo a instalação da CPMI. Ele se resignou, se resignou porque é um fato consumado. Acredito que está consolidada a CPMI. Será lida na quarta-feira e em seguida será instalada“, disse Marinho. 

A base governista do Congresso vinha se posicionando contra a instalação da comissão, por achar que ela pode causar desgaste ao governo e tirar o foco de pautas prioritárias. Após a divulgação do vídeo e a exoneração do general Gonçalves Dias do GSI, no entanto, a pressão aumentou e as lideranças passaram a defender a abertura da CPMI.

“No dia 25, nós é que queremos a leitura do requerimento de CPMI. Estamos com desejo de ter essa investigação. Se estão obstruindo a pauta por essa investigação, ouçam claramente: queremos a investigação. Queremos porque, no 8 de janeiro, tiveram três vítimas nesse país: a República, a democracia e o atual governo”, disse o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), líder do governo no Congresso. O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, disse que haverá enfrentamento político contra a tentativa de “criar uma teoria conspiratória” dos bolsonaristas, que tentam atribuir ao governo a responsabilidade pelo 8 de janeiro.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.