Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Maquiavel Por José Benedito da Silva A política e seus bastidores. Com João Pedroso de Campos, Reynaldo Turollo Jr., Bruno Ribeiro, Tulio Kruse e Diogo Magri. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Flávio Bolsonaro tenta desmentir rachadinha em vídeo, mas áudios comprovam

Senador publica tentativa de recuo de ex-assessor Waldir Ferraz, mas gravações confirmam o que ele disse a VEJA

Por Da Redação Atualizado em 21 jan 2022, 12h17 - Publicado em 21 jan 2022, 12h11

O senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) divulgou um vídeo nesta sexta-feira, 21, tentando desmentir reportagem de VEJA desta semana na qual Waldir Ferraz, amigo do presidente Jair Bolsonaro e ex-assessor tanto de Jair quanto do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), conta como funcionava o esquema de rachadinhas no clã bolsonarista e atribuiu à advogada Ana Cristina Valle, ex-esposa do capitão reformado, o papel de mentora da trama criminosa (LEIA A REPORTAGEM NA ÍNTEGRA).

View this post on Instagram

A post shared by Flávio Bolsonaro (@flaviobolsonaro)

Em entrevista exclusiva, Ferraz afirmou que o recolhimento de parte dos salários ocorria em três gabinetes da família presidencial – de Jair quando ele era deputado federal, de Carlos na Câmara municipal do Rio e do hoje senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) quando ele cumpria mandato na Assembleia Legislativa fluminense – e garante que nenhum dos três tinha conhecimento das traficâncias de Ana Cristina.

Flávio chegou a publicar um áudio no qual Jacaré, como Ferraz é conhecido, tenta desdizer o que havia dito. Mas os áudios com suas falas, que ajudaram a embasar a reportagem, comprovam o que foi publicado por VEJA.

Ouça os áudios

“Ela que fazia, mas quem assinava? É aquela história: batom na cueca”

A jogada dela era a seguinte: ‘quer ganhar um dinheiro? Te dou 1000 reais por mês. Me empresta seu documento aí”

Continua após a publicidade

Ela pegava a maior parte para ela. Ele quando soube ficou desesperado, era uma fria.”

O recado que ela manda às vezes é no cercadinho. Às vezes ela vai no cercadinho, frequenta o cercadinho”

 É como um beco sem saída: ela fez uma merda, eles assinaram sem saber e agora vão pagar caro por isso”

 Ele ficou preocupado porque o Flávio, não tinha que tar preocupado com o Flávio. O problema é dele. Porque não ia dar em nada o negócio da rachadinha”

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês