Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
Maquiavel Por José Benedito da Silva A política e seus bastidores. Com João Pedroso de Campos, Reynaldo Turollo Jr., Tulio Kruse, Diogo Magri, Victoria Bechara e Sérgio Quintella. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Chamada de marginal, Zambelli anuncia processo contra delegado da PF

Alexandre Saraiva também acusou outros parlamentares de apoiarem atividades ilegais na Amazônia

Por Da Redação Atualizado em 15 jun 2022, 12h40 - Publicado em 15 jun 2022, 12h02

A deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) anunciou que irá processar o delegado Alexandre Saraiva, da Polícia Federal, que a listou entre os parlamentares que ele considera “bandidos” e “marginais” por apoiarem atividades ilegais na Amazônia.

A declaração foi dada em entrevista à GloboNews na terça-feira, 14. Além de Zambelli, Saraiva listou os senadores Zequinha Marinho (PL-PA), Telmário Mota (Pros-RR), Mecias de Jesus (Republicanos-RR) e Jorginho Mello (PL-SC) como parlamentares que apoiam atividades criminosas na Amazônia. “Temos uma bancada do crime, na minha opinião, uma bancada de marginais. Para mim, são bandidos, até pela forma como se comportaram quando eu fui convidado para ir numa audiência”, afirmou.

Ele se referia a sua ida à Comissão de Legislação Participativa em abril de 2021, após ter apresentado uma notícia-crime contra o então ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, por este ter atuado para liberar uma carga de madeira apreendida em operação comandada por ele quando atuava como superintendente da PF na Amazônia.

“Eu, que fui a tantas audiências criminais, com advogados e criminosos sentados à minha frente, nunca fui tão desrespeitado pelos criminosos presos, como naquele dia lá na Câmara”, disse Saraiva. Sobre Zambelli, ele lembrou na entrevista à GloboNews que “ela foi defender madeireiro junto com o Ricardo Salles”. À época, Zambelli presidia a Comissão de Meio Ambiente da Câmara.

Com as acusações de Saraiva, a hashtag “ZambelliNaCadeia foi parar entre os assuntos mais comentados do Twitter. “Meu nome nos top trends por conta de um pré-candidato tentando aparecer midiaticamente às custas do cargo que usurpa e do ódio dos comunistas contra mim. Que arrume um bom advogado, vai precisar”, postou Zambelli no twitter

Saraiva filiou-se ao PSB e será candidato a deputado federal pelo Rio de Janeiro, estado para onde foi transferido após o episódio envolvendo Ricardo Salles.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)