Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Maquiavel

Por José Benedito da Silva Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho e Isabella Alonso Panho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Bolsonaro vira réu na Justiça do DF por incitação ao estupro

Ex-presidente responde por declarações contra Maria do Rosário (PT-RS) quando ainda era deputado em 2014

Por Da Redação Atualizado em 13 Maio 2024, 20h55 - Publicado em 26 set 2023, 17h50

Nesta terça-feira, 26, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) tornou-se réu na Justiça do Distrito Federal (DF) por incitação ao crime de estupro. A decisão, assinada pelo juiz Omar Dantas de Lima, se refere a um caso de 2014 quando Bolsonaro, ainda deputado federal pelo PP, declarou durante sessão da Câmara que “não estupraria” a deputada Maria do Rosário (PT-RS) porque ela “não merece”.

Na ocasião, Bolsonaro discursava na tribuna da Câmara e estava respondendo a críticas da petista à ditadura militar brasileira, que chamou o regime de “vergonha absoluta”. Em uma entrevista posterior, o deputado repetiu que “jamais a estupraria” por achar a colega “muito feia”.

Em 2015, o ex-presidente já havia sido condenado pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJ-DFT) a indenizar Maria do Rosário em 10 mil reais por danos morais. Ele recorreu da sentença, mas teve a condenação mantida pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) e foi obrigado a pagar a quantia.

A acusação atual de incitação ao estupro contra Bolsonaro tramitava no Supremo Tribunal Federal (STF) desde 2016, mas foi suspensa em fevereiro de 2019 em razão da imunidade temporária por ocupar o cargo de presidente da República. Em junho de 2023, o relator do caso no Supremo, ministro Dias Toffoli, enviou a ação de volta à Justiça do DF, justificando que o ex-presidente não tem mais prerrogativa de função para ser julgado pela Corte.

Continua após a publicidade

Pelas redes sociais, Jair Bolsonaro afirmou que agiu na época para se defender de um insulto e disse que sofre “perseguição política”.

https://x.com/jairbolsonaro/status/1706732896503914891?s=20

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.