Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Maquiavel

Por José Benedito da Silva Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho e Isabella Alonso Panho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Após repercussão negativa, Câmara de Porto Alegre revoga ‘Dia do Patriota’

Lei promulgada pelo Legislativo da capital gaúcha previa a celebração da data em 8 de janeiro, mesmo dia do quebra-quebra golpista em Brasília

Por Bruno Caniato Atualizado em 13 Maio 2024, 22h31 - Publicado em 28 ago 2023, 16h40

Os vereadores de Porto Alegre chegaram a um acordo nesta segunda-feira, 28, para revogar a lei que criou o Dia Municipal do Patriota em 8 de janeiro, mesmo dia em que apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro invadiram e depredaram as sedes dos Três Poderes, em Brasília. O projeto do vereador bolsonarista Alexandre Bobadra (PL) será anulado por meio de outra proposta, de autoria da vereadora Karen Santos (PSOL), que prevê a revogação da data, e será assinado coletivamente pelos legisladores da capital gaúcha.

Segundo o presidente da Câmara Municipal, Hamilton Sossmeier (PTB), o texto que revoga a lei terá prioridade na tramitação e deve ser aprovado nos próximos dias. “Iremos assiná-lo e aprová-lo, com urgência, no máximo até quarta-feira. É um projeto que se tornou coletivo”, declarou o vereador. O próprio Sossmeier foi responsável pela promulgação da lei no último dia 15 de agosto — na mesma data, Bobadra foi afastado e cassado pela Justiça Eleitoral gaúcha por abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação.

Na última sexta-feira, 25, a Procuradoria-Geral da República (PGR) enviou uma ação ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que a celebração fosse declarada inconstitucional, afirmando que a ideia viola o Estado Democrático de Direito ao exaltar os ataques contra as instituições. O advogado-geral da União, Jorge Messias, também havia anunciado nas redes sociais que tomaria medidas contra a efeméride.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.