Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Maquiavel Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por José Benedito da Silva
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho, Isabella Alonso Panho e Adriana Ferraz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

2024: sem reeleição, cenário é de indefinição na 2ª maior cidade de SP

Com o prefeito Guti (PSD) fora, por estar no segundo mandato, base governista tem mais de um postulante, enquanto o PT tenta retomar o comando da cidade

Por Da Redação
27 jul 2023, 07h45

Segundo maior colégio eleitoral de São Paulo, com 1,3 milhão de habitantes, a cidade de Guarulhos tem, por ora, uma corrida eleitoral sem franco favorito, segundo levantamento feito pelo instituto Paraná Pesquisas entre os dias 22 e 25 de julho e divulgado nesta quinta-feira, 27.

A indefinição ocorre principalmente pelo fato de o atual prefeito Gustavo Costa (PSD), conhecido como Guti, não poder ser candidato, uma vez que já está no seu segundo mandato. Como também é incerto quem ele apoiará em 2024, há mais de um nome do governismo sendo cogitado.

No principal cenário, o deputado estadual Jorge Wilson (Republicanos), conhecido como Xerife do Consumidor, aparece em primeiro, com 23,3% das intenções de voto, seguido pelo seu colega de Assembleia Legislativa, Marcio Nakashima (PDT), com 15,5%.

Na sequência, aparece o vereador Lucas Sanches (PP), com 8,2% — ele está empatado com Nakashima no limite da margem de erro, que é de 3,7 pontos percentuais para mais ou para menos.

Depois, vêm um bloco com o vereador Fausto Martello, do PDT (7,4%); o deputado federal Alencar Santana, do PT (6,3%); o vice-prefeito Professor Jesus, que está no Republicanos, mas pode ir para o PSD de Guti (6,1%); o secretário de Meio Ambiente, Thiago Surfista, do PSD (5,6%), e o secretário municipal de Governo, Edmilson Americano, do Cidadania (5,4%). Todos nesse pelotão estão empatados dentro da margem de erro.

Continua após a publicidade

A definição de quem será o candidato governista em Guarulhos é importante porque muito provavelmente ele terá ao seu lado o governador Tarcísio de Freitas (Republicanos), que é próximo do atual prefeito e tem interesse em manter a vizinha — e estratégica — cidade nas mãos de um aliado. O apoio de Tarcísio será importante porque a sua gestão é aprovada por 65,7% dos eleitores de Guarulhos, segundo a pesquisa.

Outro cenário

O pequeno favoritismo de Jorge Wilson, no entanto, desaparece quando entra na disputa o ex-prefeito Elói Pietá (PT), que governou a cidade por dois mandatos (2001 a 2008) e fez o seu sucessor, Sebastião Almeida, que foi prefeito por mais duas gestões. Na eleição municipal de 2020, Pietá chegou a ir ao segundo turno, mas foi derrotado por Guti.

Nesse cenário, segundo o Paraná Pesquisas, Pietá aparece com 28,0% das intenções de voto, á frente de Wilson (18,7%) e Nakashima (12,3%).

O levantamento ouviu 717 eleitores na cidade de Guarulhos.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.