Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

José Vicente Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Professor, advogado e militante do movimento negro, ele é o reitor da Faculdade Zumbi dos Palmares, em São Paulo, instituição pioneira de ensino no Brasil que ajudou a fundar em 2004.
Continua após publicidade

Uma iniciativa pioneira na luta antirracista dentro das empresas

Formação de profissionais negros para ocupar vagas no conselho das grandes companhias terá um impacto formidável no incremento da diversidade

Por José Vicente
Atualizado em 29 nov 2023, 17h54 - Publicado em 29 nov 2023, 17h26

As mudanças ocorrem de fato quando instituições têm disposição, vontade e capacidade para realizar as mudanças necessárias. Essa pode ser a expressão consagrada do inédito feito realizada pela Iniciativa Empresarial pela Igualdade Racial no momento em que entrega ao país a segunda turma de 35 formandos. Somadas as duas turmas, pela primeira vez na história do país, setenta profissionais negros devidamente formados e qualificados nos mais elevados critérios profissionais e corporativos estão prontos para integrarem o conselho de administração das empresas no Brasil ou fora delas. É uma das maiores revoluções já realizadas para incrementar a diversidade no ambiente das companhias privadas do país.

Inédita por sua própria natureza, a Iniciativa Empresarial pela Igualdade Racial, nos seus quase dez anos de vida, além de consolidar o maior grupo de empresas pela equidade racial das Américas, por si só, um acontecimento de tirar o fôlego no deserto de ações de ESG Racial no país, se constitui dessa forma, num espaço importante de produção de ações estruturantes e estratégicas para inclusão e fortalecimento da presença de profissionais negros no ambiente corporativo público e privado, assim como, na mudança e reformulação dos pressupostos da gestão empresarial no nosso país.

CONJUNTO DE AÇÕES

Aos poucos, felizmente, o ambiente corporativo tem dado passos fundamentais na direção de mudança de mentalidade, algo necessário e urgente. Primeiramente, abriram-se vagas para estágios e de trainees para jovens negros. Vieram depois iniciativas como o Índice de Equidade Racial Corporativo, a criação dos cargos de Diretor de Diversidade e Equidade Racial, os grupos internos de Afinidade racial, as cláusulas contratuais antirracistas, as compras de empresas de negros, a contratação de profissionais liberais negros e o Fórum Internacional de Equidade Empresarial, realizado pela Universidade Zumbi dos Palmares, em São Paulo. Agora, com a formação dos conselheiros negros, as empresas brasileiras e multinacionais componentes na Iniciativa Empresarial colocam o país e o ambiente corporativo brasileiros na vanguarda não só da luta antirracista, como também da nova reformulação empresarial para transformar a diversidade em valor corporativo e diferencial competitivo estratégico.

Continua após a publicidade

Para a inverídica afirmação de muitos executivos de que”não contrato negros porque não hão negros qualificados”) ou para a capciosa justificação de que não tenho negros nos meus quadros porque não sei onde encontrá-los, a pioneira realização da Inciativa empresarial pela Igualdade Racial responde essas questões de forma categórica e contribui para estimular as empresas brasileiras a continuarem inovando e superando de forma voluntária e auto-regulamentada o processo de tornar cada vez mais democrático, igualitário e antirracista o espaço corporativo.

Os novos 70 profissionais negros para conselhos de administração das mais diversas áreas e expertises formados com a chancela do IBGC e patrocinados pelas pelos próprios membros da Iniciativa, institui e consolida a nova forma ativa e assertiva das empresas para enfrentar o racismo, combater as desigualdades raciais e promover a diversidade no ambiente corporativo de forma autônoma e compromissada. Missão dada, missão cumprida.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.