Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Em Cartaz Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Raquel Carneiro
Do cinema ao streaming, um blog com estreias, notícias e dicas de filmes que valem o ingresso – e alertas sobre os que não valem nem uma pipoca
Continua após publicidade

‘Besouro Azul’: o que esperar da estreia de Bruna Marquezine em Hollywood

Lançada na TV aos 5 anos, a atriz dá um salto na carreira ao dividir o protagonismo de uma produção da DC, que aposta em seu primeiro super-herói mexicano

Por Kelly Miyashiro Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 18 ago 2023, 10h05 - Publicado em 17 ago 2023, 19h30

Após um período estudando fora, o descendente de imigrantes mexicanos Jaime Reyes (Xolo Maridueña) volta a Palmera City, cidade do Texas que foi dominada pela fabricante de armas de guerra Kord, e descobre que sua família batalhadora não só se endividou para que ele pudesse se formar em direito, como também está prestes a ser despejada da casa numa vila em que os seis parentes moraram a vida toda. Disposto a tudo para impedir que o clã vá para a rua, o jovem cruza o caminho de Jenny Kord, herdeira da indústria, para pedir um emprego — mas acaba ganhando dela o serviço de guardar o Escaravelho, um artefato alienígena misterioso. Ao bisbilhotar o objeto, Jaime acaba dominado pelo besouro de metal, que entra em seu corpo e o transforma em um hospedeiro simbiótico que passa a protegê-lo, criando uma armadura indestrutível capaz de oferecer qualquer tipo de arma, de espadas afiadíssimas a metralhadoras. Assim nasce o personagem que dá título a Besouro Azul, superprodução da DC Comics já em cartaz no país, e que marca não somente a chegada do primeiro super-­herói latino a um lançamento de luxo nos cinemas, como também o primeiro grande passo da brasileira Bruna Marquezine — intérprete da bem-intencionada Jenny — em Hollywood.

Besouro Azul

Com aceno explícito à América Latina e à colônia hispânica nos Estados Unidos, Besouro Azul traz referências diretas à cultura do continente, como a paixão por novelas mexicanas e até pelo universo da série Chaves. Além disso, o longa também representa uma virada importante no olhar da indústria do cinema sobre os latinos — que por anos foram retratados na ficção quase sempre em papéis subalternos ou como vilões, principalmente sob o estereótipo de traficantes de drogas.

GRIFE DO BRASIL - Bruna Marquezine: salto de novelas da Globo a Hollywood
GRIFE DO BRASIL - Bruna Marquezine: salto de novelas da Globo a Hollywood (Eric Charbonneau/Warner Bros. Pictures/.)

Baseado na história em quadrinhos homônima, o filme coloca um mexicano como salvador da pátria que terá de impedir uma guerra civil projetada pela inescrupulosa Victoria Kord (Susan Sarandon), tia de Jenny que quer fortalecer o imperialismo americano. Quem tenta impedi-la é a sobrinha, filha de uma brasileira com Ted Kord, cientista que investigava o Escaravelho antes de desaparecer misteriosamente, e que tem papel importante. Com ideias politicamente corretas sobre os rumos da empresa, ela vira o interesse amoroso de Jaime e aliada crucial. A narrativa pontua a frieza dos americanos, em contraposição aos calorosos latinos. Enquanto o protagonista tem uma família unida, a mocinha é solitária desde a morte da mãe e o sumiço do pai. É na família Reyes que ela encontra afeto. “Tive a sorte de o meu primeiro projeto lá fora ser feito para a comunidade latina e produzido por latinos. Me senti em casa”, relatou Bruna, no ano passado.

Funko Pop! Filmes – Besouro azul

Lançada na TV aos 5 anos em programas infantis da Globo e alçada a estrela nacional com a Salete da novela Mulheres Apaixonadas (2003), a atriz de 28 anos dá, inegavelmente, um salto na carreira ao dividir o protagonismo de uma produção da DC. Se outros brasileiros precisaram galgar pontas menores para serem notados, como Rodrigo Santoro em As Panteras Detonando (2003) — seu personagem nem falas tinha —, Bruna encurtou caminhos aparentemente por falar inglês de forma fluente, graças à formação em uma escola americana no Rio e à preparação no exterior. Conquistou o papel em Besouro Azul após perder a vaga de Supergirl no filme The Flash para a americana Sasha Calle. Ironicamente, o filme de Ezra Muller fracassou nas bilheterias, e Besouro Azul tem a chance (a conferir) de ser o maior lançamento de super-­heróis de 2023.

Continua após a publicidade

A festa da atriz — que ficou marcada por ter namorado Neymar — só foi ofuscada pela greve dos atores de Hollywood, que a impediu de promover o filme nas maratonas rotineiras da indústria. Mas ela pode voltar à vitrine global caso uma série produzida por Keanu Reeves saia da gaveta da Netflix. No que depender de Besouro Azul, o sangue latino veio para ficar.

Publicado em VEJA de 18 de agosto de 2023, edição nº 2855

CLIQUE NAS IMAGENS ABAIXO PARA COMPRAR

Besouro Azul
Besouro Azul
Funko Pop! Filmes - Besouro azul
Funko Pop! Filmes – Besouro azul

*A Editora Abril tem uma parceria com a Amazon, em que recebe uma porcentagem das vendas feitas por meio de seus sites. Isso não altera, de forma alguma, a avaliação realizada pela VEJA sobre os produtos ou serviços em questão, os quais os preços e estoque referem-se ao momento da publicação deste conteúdo.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.